Seguidores

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Refletindo sobre música da #CopadoMundodeFutebolnaRússia2018.

Hoje trabalhei a música da Copa, no primeiro momento, depois da atividade de rotina, assistimos o clip da musica da Copa do Mundo de Futebol na Russia  2018.
 Logo após  refletimos sobre a letra da música. 

-De que se trata a música?
-quem canta?
-O clip se passa na rua ou no estúdio?
-Fala de qual país?
Como podemos mostrar a força do nosso Brasil?
-Entre outras perguntas.
Mostra Tua Força, Brasil (part. Anitta, Thiaguinho e Fabio Brazza)

Somos do tamanho do sonho que queremos ver
Um drible que ninguém pode prever

Uma emoção que nos resume uma paixão que nos une

Um Brasil que podemos ser
Um #povo que quer acreditar de novo
Que pode vencer que fez por merecer

É mais do que torcer, é sobre mudar o jogo

E antes de botar a mão na taça
Pôr a mão na massa, Brasil 
                                                                 
E provar que dessa vez vai ser diferente
Pois quando a gente decide jogar o mesmo jogo

Ninguém consegue parar a gente

                                                         
Mostra tua força, Brasil

E amarra o amor na chuteira

Que a garra da torcida inteira

Vai junto com você, Brasil
                                      
Eu vejo um Brasil só
Que luta com garra
Para ser cada dia um pouco melhor
Eu vejo um Brasil só
Que faz valer o suor
Que sabe que unida a nossa torcida é muito maior
                                                       
Mostra tua força, Brasil
E amarra o amor na chuteira
Que a garra da torcida inteira
Vai junto com você, Brasil

           
Mostra tua força, #Brasil

E faz da nação sua #bandeira

Que a paixão da massa inteira

Vai junto com você, Brasil
Fonte:https://www.letras.mus.br/itau/mostra-tua-forca-brasil-part-anitta-thiaguinho-e-fabio-brazza/

segunda-feira, 18 de junho de 2018

História -Mascote da Copa do Mundo na Russia 2018


Hoje a aula foi sobre um simbolo muito importante da #CopadoMundo. 
Após a atividade de rotina  em uma roda de conversa. 
Vocês sabem qual é o nome do Macote da Copa?
Como ele foi escolhido?Quanto concorreram com ele?
Qual  nome do mascote? Um animal domestico ou selvagem?
Como bem sabemos, toda Copa do Mundo possui uma mascote. E para a Copa de 2018 foi escolhido um animal conhecido por todos, como lobo siberiano Zabivaka, que simboliza a agilidade de velocidade.  Um lobo marrom antropomórfico, ou seja, com características humanas. Ele se apresenta utilizando um par de óculos esportivo laranja, que seria uma espécie de amuleto da sorte, e um uniforme de futebol, composto por um calção vermelho e uma camiseta branca de mangas azuis com as palavras “2018 FIFA World Cup Russia”.

 Foi eleito em votação aberta, que teve mais de um milhão de participações. O vencedor concorreu com um tigre e com um gato. Zabivaka recebeu 53% dos votos para ser o ganhador. O tigre ficou em segundo, com 27%, enquanto o gato teve 20%, terminando em último lugar.
“O lobo veio para substituir Fuleco, o tatu-bola que foi a mascote da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. “Fuleco foi um grande sucesso no Brasil, crianças e adultos adoraram”, E o mesmo já está acontecendo com Zabivaka na Rússia”.  Como a maioria já sabe os mascotes são embaixadores, promovem o evento e trazem diversão aos estádios.


Significado da Mascote da Copa 2018 –O lobo(mascote) nomeado como Zabivaka, ou seja “Aquele que marca o gol em russo”, mascote oficial da Copa do Mundo 2018.


Como foi escolhido a Mascote da Copa 2018
Nosso lobinho, Zabivaka, é criação da estudante de designer Ekaterina Bocharova. O processo de eleição foi feito através da internet, em setembro de 2016, e contou com mais de 1 milhão de votos. O resultado foi anunciado no Piervy Kanal (canal de televisão russo) em 22 de outubro de 2016 pelo ex-jogador de futebol Ronaldo “Fenômeno”. O lobo foi eleito com a maioria do votos.


 O que o Zabivaka representa?
Zabivaka é um lobo antropomórfico, ou seja, um lobo que apresenta características humanas. Na Rússia, o lobo é bastante conhecido e um importante predador. Existem diferentes espécies de lobo, sendo uma das espécies mais relevantes o chamado lobo-cinzento.
O lobo-cinzento, no passado, foi a espécie de mamífero mais amplamente distribuída no planeta. Atualmente, no entanto, essa espécie já se tornou extinta em várias partes onde costumava existir. De acordo com a International Union for Conservation of Nature (IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza, em português), o lobo-cinzento deixou de existir em grande parte da Europa Ocidental, México e parte dos Estados Unidos.

 → Características do lobo-cinzento
O lobo-cinzento é um canídeo que vive geralmente em bandos, que são chamados dealcateias. Nas alcateias, são encontrados um casal que se reproduz, os filhotes desse casal e alguns adultos que não se reproduzem. A alcateia ajuda-se de diferentes formas, como no momento da caça e até para cuidar dos filhotes. Inicialmente os filhotes alimentam-se de leite, porém, após o primeiro mês de vida, começam a receber os alimentos que são trazidos pelos membros da alcateia que já são capazes de caçar. 
                                          
Conheça também: Lobo-guará
Os lobos-cinzentos apresentam uma alimentação bastante variada. Destaca-se o consumo de ungulados, animais como veados e alces. No que diz respeito aos seres humanos, os lobos geralmente não realizam ataques. Porém, atualmente, vemos uma destruição frequente do habitat desses animais, o que causa a busca de alimento em outras áreas, facilitando assim o encontro do lobo com o homem e o aumento do risco de ataques.
Os lobos comunicam-se por meio de uivos, sinal utilizado em várias situações. Ao iniciar ou finalizar uma caçada, por exemplo, é comum que os lobos uivem. Além disso, os lobos utilizam essa forma de comunicação para sinalizar algum perigo, avisar que o território possui dono ou ainda localizar algum membro perdido.
Esses animais apresentam uma expectativa de vida de cerca de 13 anos

sábado, 16 de junho de 2018

Copa do Mundo de futebol na Rússia em 2018-Força Brasil!


Nossa escola Jardim de Infância iniciou o Projeto: "Copa do Mundo  na Rússia 2018" com Momento Cívico.


 1º- Na sala de aula, roda de conversa refletimos sobre projeto através do hino do nosso país.Cantamos novamente o hino nacional explorando algumas estrofes junto com alunos. Mencionei   que cada país tem o seu hino nacional bem como sua língua própria.
-Desenho livre( Hino nacional).
                                         

    2 º- Roda de conversa: Em que país será realizada a Copa do Mundo?
      -Alguém sabe? Não sabem? A Copa do Mundo de Futebol de 2018 vai ser disputada na Rússia crianças,  é o maior país do mundo e muito frio, entre os dias 14 de junho e 15 de julho. O torneio terá a participação de 32 nações, incluindo o nosso querido Brasil, com jogos em 11 cidades e 12 estádios. 
A definição da sede da 21ª edição do torneio aconteceu em dezembro de 2010, em uma disputa com outras três candidaturas de países europeus: Inglaterra; Portugal e Espanha; Holanda e Bélgica. Na mesma ocasião, ficou definido que o Catar vai receber a Copa de 2022.
Ao todo, serão disputados 64 jogos. 


   -Montar o nome do país (RÚSSIA) com letras móveis (visualização).
     
                                      

      3º-Agora me respondam: Qual é o nome do nosso país? Brasil... Muito bem! Você sabiam que a Copa do Mundo já aconteceu aqui no nosso país?  A passagem da Copa do Mundo pelo nosso  Brasil foi em 2014. Em 2003, ficou definido que a Copa do Mundo de 2014 seria na América do Sul. Além do Brasil, outros países como Argentina e Colômbia chegaram a se manifestar para sediar o evento, mas depois desistiram e, em 2006, o Brasil foi escolhido pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) como o único candidato do continente. O anúncio do Brasil como país-sede da Copa de 2014 foi feito em 2007 pela FIFA. 
  -Vamos modelar o nome do nosso país com massinha de modelar-(BRASIL), e depois vamos conhecer e contar as letrinhas(B).



 4º-Em sala de aula:Um dia após abertura apresentei a abertura da Copa do Mundo para meus alunos no  datashow, eles amaram, principalmente o mascote.

sábado, 9 de junho de 2018

Festa Junina da nossa escola foi um sucesso


          “Mas não é que foi uma festança mesmo, sô. O pessoar se divertiu pra valer no Arraiá do Centro de Educação Infantil Municipal Jardim de Infância Corina Bicalho Guimarães em Mimoso do Sul-ES”. Mais uma vez a Festa Junina da nossa escola foi um sucesso. Os nossos alunos, juntamente com seus pais e familiares, se divertiram muito na noite de quinta feira(07/06/2018), durante o evento em frente a nossa escola.
         O ponto alto da festa foi a apresentação dos alunos que cantaram e dançaram lindamente, fazendo um emocionante espetáculo junino. “Ficamos muito felizes. A festa foi um sucesso. Muito bem organizada, mostrando a qualidade dos nossos eventos". 
Tudo foi preparado com muito carinho por pessoas dispostas a colaborar com nossa escola para que esta festa junina se tornasse um sucesso. São típicos desta maravilhosa festa: os trajes caipiras, as tendas e as apresentações.  Meus alunos do matutino e vespertino.  
Professora:  Maria Aparecida Rodrigues Marques


O Espantalho/Fagner(Vespertino)
Lá, lá, rê

Lá, lá, rê

Nuvem passa, passa vento

Passa azul e passarinho

Espantalho ali parado, tá quietinho, tá quietinho

Entra mês o ano inteiro, faça sol ou faça chuva
Faça frio ou o calor, tá ficando paradinho

O espantalho ali parado

Tá quietinho, tá quietinho

O espantalho ali parado

Quietinho, tá quietinho
Mexe pé, mexe cabeça

Mexe braço e antebraço

Dedo, pé e tornozelo

Dobra a barriga e joelho
Torce a perna e pescoço para desenferrujar
Desmontar osso por osso só para poder descansar

Venham todos, vamos todos

O corpo todo mexer

Na roda do espantalho

A rosa só dá trabalho
Vamos tratar de viver

Remexer e retorcer

Vivendo mexendo a vida

Mexendo pra reviver












                                     Gaby Amarantos(matutino)



segunda-feira, 4 de junho de 2018

Refletindo sobre o perigo dos balões nas festas juninas


Junho, mês das alegres Festas Juninas, do quentão, da pipoca, da batata doce assada na fogueira, do pinhão, da quadrilha embalada pelas músicas sertanejas. Olha a chuvaaaaa!!!!

Cantam “cai-cai balão, cai-cai balão, cai aqui na minha mão…” Principalmente nesta época do ano, as pessoas e povos tradicionais no interior do país possuem o típico costume de acender fogueiras e soltar fogos de artifícios. Esta atividade aumenta em 50% a incidência de pacientes com queimaduras nos hospitais de todo o Brasil.
Acontece por ano no Brasil cerca de um milhão de acidentes com queimaduras, destes, em torno de 200 mil são notificados pelos hospitais e 10 mil se tornam vítimas. Das pessoas atendidas anualmente, 40% estão na faixa entre 3 a 12 anos de idade.
O quadro torna-se ainda mais preocupante quando consideramos o desconhecimento da população em relação aos problemas envolvendo a queimadura e suas conseqüências.

Precauções:
Para não estragar a folia durante os festejos juninos e julinos, é essencial tomar alguns cuidados, principalmente com as crianças:
só devem ter contato com fogos leves e acompanhadas de pessoas adultas
mesmo os mais velhos precisam observar recomendações, como só soltar foguetes utilizando varas longas, não usar fogos em ambientes fechados e não apontá-los para pessoas ou janelas
muito cuidado também com as fogueiras e jamais realimente o fogo com álcool, pois a garrafa pode explodi em caso de acidentes, a orientação dos especialistas é colocar a área atingida em água corrente até o alívio da dor, não usar nenhuma pomada ou substância sobre a lesão sem ouvir um médico e procurar imediatamente atendimento especializado.

 Dicas de Segurança - Fogos de Artifício e Balões

Fogos de Artifício ,não permita que seus filhos adquiram fogos de artifício
acidentes graves podem acontecer com crianças ou adultos que transportam e utilizam fogos de artifícios de forma irregular.
nunca transporte estes artefatos nos bolsos, pois, se eles se inflamarem, você certamente será atingido
o perigo dos fogos de artifício é indiscutível. Se uma bombinha explodir nas mãos de uma criança ou próximo de seus olhos, poderá causar mutilação ou cegueira.
deixar caixas de fósforos e/ou isqueiros ao alcance da crianças é uma imprudência. A atração que o fogo exerce sobre as crianças pode ter conseqüências extremamente danosas

Balões

Você sabia que de acordo com a nova Lei de Crimes Ambientais, Lei Nº 9.065, de fevereiro de 1998, não somente soltar balões agora é "crime", como também fabricar, vender ou transportar. A pena prevista é de detenção de um a três anos ou multa, ou ambas as penas cumulativamente.
NÃO SOLTEM BALÕES!!!!. Ele pode causar muitos estragos, por isso é proibido.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

O ESPANTALHO-HISTÓRIA PARA FESTA JUNINA



Era uma vez o Espantalho.

Não era muito bonito, pois, como todos os espantalhos, foi feito para espantar pássaros e outros bichos que aparecem nas roças de milho, trigo e outras plantações...
Mas esse Espantalho especial era muito especial mesmo.
Ele não queria assustar ninguém.
Ele queria mesmo é fazer amigos. Muitos amigos.
Então tentou colocar um sorriso estampado na cara, para se mostrar amigável, mas os pássaros, muito ariscos, não acreditaram e nem se aproximaram, mas o nosso Espantalho especial não desistiu, e continuou com o sorriso.
Muito tempo se passou e certo dia, algumas borboletas batiam as asas por aquele milharal, quando perceberam o sorriso estampado na cara.
Ficaram muito curiosas.
Imaginem só!
Onde já se viu um Espantalho com tamanho sorriso estampado na cara?
Aproximaram-se, o Espantalho abriu ainda mais o sorrisão e elas quiseram saber o porquê de tal sorriso e o Espantalho respondeu:
- Ah! É que eu quero muito, muito mesmo, ter um montão de amigos, mas todo mundo se assusta quando me vê!
- Mas com esse sorrisão todo... Tenho certeza que logo, logo vai estar cercado por um montão de amigos.
Não deu outra.
Nosso Espantalho continuou com aquele sorriso estampado na cara e logo estava mesmo por um montão de amigos.
O Espantalho ficou muito feliz.
Quem não ficou nada feliz foi o dono do milharal.
Ah!
Ele ficou muito zangado quando viu aquele bando de pássaros, toupeiras e outros bichos, brincando e devorando seus milhos.
De tão zangado, arrancou o Espantalho do pau onde ficava preso e o deixou caído no meio da plantação.
Logo veio uma chuva forte e os bichos correram para se abrigar, mas o pobre Espantalho não podia correr, não podia se voar e nem mesmo se arrastar.
Foi aí que todos os bichos se juntaram e foram buscar o novo amigo para se abrigar com eles e desde então, nunca se sabe onde o nosso Espantalho pode estar, pois os bichos gostaram tanto dele e ele dos bichos, que agora ele vive assim...
Hora voando com os pássaros, hora debaixo da terra com as toupeiras e onde mais seus amigos bichos puderem levá-lo, transformando-o no Espantalho mais alegre, e sorridente, de todo o mundo. 




MARIA HELENA CRUZ
  


quinta-feira, 31 de maio de 2018

Sugestões para iniciar Relatório para educação Infantil e series iniciais



Com base nos objetivos trabalhados no bimestre, foi possível observar que o aluno...
Observando diariamente o desempenho do aluno, foi constatado que neste bimestre...

 A partir das atividades apresentadas, o aluno demonstrou habilidades em...

Com base na observação diária, foi possível constatar que o aluno...

O aluno demonstra interesse nas atividades propostas embora não tenha autonomia para realizá-las sem o apoio da professora...

Participação tímida nas atividades em sala, embora tenha bom relacionamento com os colegas em classe....

Demonstra atitudes críticas diante de acontecimentos conflitantes...

... é uma criança curiosa e bastante observadora. Sua adaptação foi gradativa. Na maioria das vezes, separava-se de seus pais sem maiores dificuldades mas no entanto, quando chorava um pouco, rapidamente contornávamos tal situação chamando sua atenção para alguma brincadeira. Hoje já se encontra adaptado. ...demonstra prazer em participar da rotina escolar; já se encontra totalmente envolvido nas atividades pedagógicas, mas algumas vezes é necessário chamar sua atenção para que não se distraia. Adora brincar com personagens imaginários e de super-heróis, tais como Ben 10. Participa com prazer de rodas de conversas e participa das brincadeiras sem precisar da intervenção de sua professora, porém quando se depara com algum conflito nessas brincadeiras às vezes faz-se necessário a intervenção de sua professora, pois ainda não mostra autonomia para resolver conflitos que envolva disputa. Vem manifestando independência em suas ações, vai ao banheiro sozinho, na hora do lanche lava as mãos sem ser necessária a ajuda da professora. Quanto a sua linguagem oral, ...demonstra clareza e se expressa muito bem. Faz-se entender com objetividade aquilo que deseja. Em sua linguagem escrita, reconhece e escreve a letra inicial de seu nome. Participa com sucesso de situações cotidianas nas quais se faz necessário o uso da "escrita".Em relação aos conhecimentos matemáticos tem noções de formas geométricas (explorando e identificando propriedades geométricas de objetos e figuras), reconhece as cores primárias, utiliza a contagem oral, explora conceitos: maior/menor - alto/baixo - leve/pesado.Suas coordenações foram bastante trabalhadas através de pinturas, desenhos, jogos de empilhar e encaixar. Sua coordenação motora grossa se desenvolve com rapidez, tendo bom equilíbrio corporal e sabendo usar bem os músculos largos. Sua coordenação motora fina se desenvolve um pouco mais devagar, pois atividades mais calmas não são da sua preferência. No geral, ...é um menino muito esperto, inteligente e curioso por novas descobertas e o ambiente escolar e familiar em que vive é de grande importância para seu desenvolvimento; atingindo os objetivos desse semestre, tendo continuidade de seu aprendizado no próximo semestre.
   
ÁREA SOCIAL E AFETIVA

Ø Adaptou-se com naturalidade. / Ainda não completou seu processo de adaptação.
Ø Ainda mostra-se resistente ao atender algumas regras da escola.
Ø É assíduo e pontual.
Ø Ainda não respeita os pertences dos alunos.
Ø Aceita esperar sua vez.
Ø Distingue os diferentes momentos e situações dentro da escola, respeitando-as.
Ø Participa das atividades em grupo demonstrado interesse e cooperação.
Ø Tem preferência por atividades individuais.
Ø Tem bom relacionamento com todos que convive.
Ø Relaciona-se progressivamente com mais crianças, com outros professores e com demais profissionais da escola.
Ø Apresenta-se seguro em suas ações(ainda não...)
Ø Demonstra ter imagem positiva de si, ampliando suas autoconfiança e identificando cada vez mais suas limitações e possibilidades e agindo de acordo com elas.
Ø Valoriza o diálogo como forma de lidar com os conflitos Demonstra iniciativa na resolução de pequenos problemas.
Ø Demonstra iniciativa na resolução de pequenos problemas.
Ø Mostra-se interessado em enfrentar desafios.
Ø Expressa seus sentimentos com clareza
Ø Preocupa-se em cuidar dos materiais de uso individual e coletivo.
Ø Ainda apresenta-se bastante inquieto o que impede de participar ativamente das atividades propostas.
Ø Mostra-se carinhoso, alegre, tímido.
Ø Às vezes mostra-se agressivo com alguns coleguinhas.
Ø Valoriza atitudes de preservação e manutenção dos espaços coletivos
Ø Reconhece e utiliza hábitos sociais, valores e atitudes como preservação do convívio social, ética e saúde.
Ø Demonstra assiduidade e pontualidade.
Ø Mantém um padrão de comportamento e relacionamento convencional.
Ø Demonstra comportamento desejável em sala de aula.
Ø Tem iniciativa e interesse nas atividades propostas.
Ø Relaciona-se bem com colegas, professores e demais funcionários.
Ø Participa das atividades em grupo.
Ø Coopera com o grupo.
Ø Lidera as atividades em grupo.
Ø Partilha e empresta material de bom grado.
Ø Obedece as regras do grupo e da escola.
Ø Reconhece seus direitos e deveres.
Ø Escuta e tem atenção quando outros falam.
Ø Respeita a opinião dos outros
Ø Cuida do material e do patrimônio escolar.
Ø Mantém a pasta organizada e os cadernos em ordem.
Ø É capaz de concluir as atividades propostas em tempo desejável.
Ø Respeita regras que orientam as dependências da escola.
Ø Expressa seus sentimentos com clareza, valorizando o outro como forma de reconhecimento e amizade.
Ø É dedicado e caprichoso.
Ø É atencioso e disciplinado.
Ø É observador e curioso.
Ø Demonstra confiança e companheirismo.
Ø Conversa sobre seus medos, sonhos, fantasias demonstrando claramente seus sentimentos muitas vezes ocultos.
Ø Mostra iniciativa, interesse e entusiasmo em enfrentar desafios.
Ø Sabe pedir desculpas e perdoar espontaneamente.
Ø Guarda mágoas.
Ø Supera conflitos.
Ø Concentra-se nas tarefas propostas.
Ø É solidário com o colega.
Ø É resistente.
Ø É inquieto.
Ø É egoísta.
Ø Demonstra agressividade.
Ø É ansioso.
Ø É inseguro.
Ø Demonstra timidez.
Ø É carinhoso com colegas e professora.
Ø Demonstra-se alegre.
Ø Apresenta tristeza em determinados momentos.
Ø Estabelece vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças fortalecendo sua auto-estima.
Ø Adaptou-se a escola e a turma.Amplia consideravelmente seu círculo de relações pessoais.Demonstra independência.
Ø Supera dificuldades sem ajuda.
Ø Demonstra iniciativa na resolução de pequenos conflitos.
Ø Enfrenta desafios com autonomia.
Ø Respeita a participação alheia.
Ø Tem bom relacionamento nas atividades em grupo.
Ø Apresenta organização e responsabilidade no jogos.
Ø Demonstra decisão e autonomia.
Ø Demonstra atenção, empenho e respeito no momento da fala do colega e do professor.
Ø Questiona a professora.
Ø Inicia as atividades logo que são propostas.
Ø Assume responsabilidade pelos seus atos.
Ø Aceita opiniões divergentes da sua.
Ø Pede ajuda quando precisa.
Ø É curioso em relação a novos conhecimentos.
Ø É desinibido para expressar suas opiniões.
Ø Espera sua vez de falar.
Ø Revela confiança em si próprio.
Ø Realiza as tarefas de casa com prontidão.
Ø Manifesta afeto e respeito mútuo com colegas e professora.
Ø Brinca expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades

CONHECIMENTO DE MUNDO
MOVIMENTO:

Ø Apropria-se progressivamente da imagem global do seu corpo, conhecendo e identificando seus segmentos e elementos e desenvolvendo cada vez mais uma atitude de interesse e cuidado com o próprio corpo
Ø Demonstra controlar o equilíbrio do corpo em diversas situações.
Ø É capaz de coordenar a sua ação com a dos companheiros quando o jogo requer.
Ø Explora diferentes qualidades e dinâmicas do movimento, como força, velocidade, resistência e flexibilidade.
Ø Controla gradualmente o próprio movimento, aperfeiçoando seus recursos de deslocamento.
Ø Participa com interesse de brincadeiras e jogos cantados e rítmicos.
Ø Agrada-lhe manipular objetos e brinquedos que permitem o aperfeiçoamento das suas habilidades manuais.
Ø Identifica diferentes sensações táteis olfativas, gustativas e sonoras.
Ø Amarra os cordões dos sapatos, recorta com precisão, monta quebra-cabeça com peças médias(grandes ou pequenas).

ARTES VISUAIS:

Ø Ouve e aprecia produções musicais.
Ø Brinca com a música imitando, inventando, criando e reproduzindo criações musicais.
Ø Utiliza-se da expressão musical e artística como forma de comunicação e interação com os outros, ampliando seu conhecimento de mundo.
Ø Interessa-se pelas Artes, demonstrando admiração e gosto pelas produções da escola e pelas obras regionais (nacionais e internacionais).
Ø Percebe na escuta sentimentos e emoções subjacentes à produção musical.
Ø Cria textos e melodias, compondo pequenas canções para expressar-se.
Ø Explora diversas linguagens visuais, conhecendo e utilizando diversos materiais para produzir trabalhos artísticos.
Ø Demonstra atitude de auto-confiança e respeito por sua produção artística e a dos colegas.

LINGUAGEM ORAL E ESCRITA:
Ø Participa com interesse de atividades orais.
Ø Tem vocabulário diversificado, rico.
Ø Vem ampliando seu vocabulário gradativamente.
Ø Ainda não participa de atividades orais.
Ø Transmite recados.
Ø Dialoga com colegas e professor.
Ø Faz reconto de histórias.
Ø Fala parlendas e trava-línguas trabalhadas.
Ø Expressa-se com frases corretas e acabadas.
Ø Expressa-se com clareza.
Ø Ainda na demonstra compreender explicações que são dadas.
Ø Ainda não pronuncia alguns sons.
Ø Recita poemas.
Ø Utiliza expressões de cortesia.
Ø Aprecia o material de leitura selecionado, lendo de acordo com suas possibilidades.
Ø Participa com prazer das rodas de conversa.
Ø Argumenta suas idéias.
Ø Elabora e responde perguntas.
Ø Sabe dizer seu nome completo.
Ø Incorpora e recorda palavras facilmente.
Ø Usa a linguagem para conversar, brincar, comunicar e expressar desejos, necessidades, opiniões, idéias, preferências, sentimentos e relatar suas vivências nas diversas situações de interação presentes no cotidiano.
Ø Elabora perguntas e respostas de acordo com os diversos contextos dos quais participa.
Ø Relato de experiências vividas e narração de fatos em seqüência temporal e causal.
Ø Reconta histórias conhecidas com aproximação às características da história original.
Ø Conhece e reproduz jogos verbais como parlendas, trava-línguas, adivinhas, quadrinhas, poemas e canções.
Ø Veicula suas idéias articulando corretamente as palavras.
Ø Expõe oralmente suas idéias de forma lógica.
Ø Argumenta e defende suas idéias.
Ø Expressa-se com fluência adequando sua fala a diferentes situações.
Ø Apropria-se progressivamente de novas palavras ampliando seu vocabulário.
Ø Utiliza adequadamente as palavras entendendo os seus significados e empregando-as corretamente.
Ø Compreende mensagens dirigidas ao grupo.
Ø Sabe dar recados.
Ø Ouve com atenção uma história, perguntas e diálogos.
Ø Descreve gravuras.
Ø Interpreta histórias.
Ø Reproduz oralmente um fato ocorrido.
Ø Usa recursos gestuais e faciais pertinentes ao comunicar-se.
Ø Utiliza-se de argumentos consistentes para defender seus pontos de vista.
Ø Participa de situações de comunicação oral manifestando sua opinião e ouvindo os outros.
Ø Narra histórias conhecidas e situações vividas.
ESCRITA
Ø Distingue palavras de desenhos.
Ø Reconhece e escreve seu nome.
Ø Reconhece nomes dos colegas.
Ø Escreve nomes dos colegas.
Ø Identifica e escreve letras do alfabeto.
Ø Conhece e diferencia letras de números e símbolos.
Ø Reconhece a letra inicial e final dos nomes percebendo a posição da letras na palavra.
Ø Participa de situações cotidianas nas quais se faz necessário o uso da escrita.
Ø Escreve seu nome em situações em que isso é necessário.
Ø Reconhece as idéias contidas em alguns símbolos usuais.
Ø Utiliza-se do desenho para representação e o registro de suas idéias.
Ø Reconhece e utiliza o espaçamento convencional entre as palavras.
Ø Escreve obedecendo a direção esquerda/direita e de cima para baixo.
Ø Associa as letras do alfabeto à 1ª letra das palavras conhecidas.
Ø Compreende pequenos textos trabalhados e faz leitura correspondente.
Ø Mostra-se cuidadoso no traçado das letras.
Ø Acompanha o registro feito no quadro pela professora.
Ø Elabora desenho dentro de um contexto.
Ø Faz leitura de imagens, rótulos, figuras e símbolos.
Ø Compreende que as palavras são formadas por letras e texto formado por palavras.
Ø Destaca uma determinada palavra dentro de um texto trabalhado.
Ø Completa frases de acordo com o texto.
Ø Reorganiza frases e palavras de textos trabalhados.
Ø Reestrutura e organiza idéias na reescrita de textos trabalhados.
Ø Identifica o número de letras das palavras.
NÍVEIS DE CONCEITUALIZAÇÃO DA ESCRITA

Ø Ainda não faz a correspondência entre letras e os sons. Inventa desenhos garatujas e rabiscos para representas a escrita.
Ø Uso de letras muitas vezes do próprio nome ou misturam números e letras para representar a escrita.
Ø Utiliza muitas letras para escrever o nome de coisas grandes e que coisas pequenas têm nomes pequenos.
Ø Escreve uma palavra utilizando uma variedade de letras, acredita que para escrever tem que variar as letras.
Ø Acredita que existe relação entre o que se fala e o que se escreve. Faz correspondência entre quantidade de sílabas e uma letra para cada sílaba sem valor sonoro, não se preocupa com a correspondência do som e letra.
Ø Utiliza uma letra para representar cada sílaba com valor sonoro. Às vezes só usa vogais, ou só consoantes, ou consoantes e vogais.
Ø Já escreve combinando consoante e vogais formando sílabas, mas as vezes não forma a sílaba completa usando só vogais ou só consoantes.

RACIOCÍNIO LÓGICO MATEMÁTICO

Ø Utiliza contagem oral nas brincadeiras e em situações nas quais reconheça sua necessidade.
Ø Identifica a posição de um objeto ou número numa série.
Ø Identifica números nos diferentes contextos em que se encontram.
Ø Identifica números maiores ou menores, ordenando-os.
Ø Ordena números na seqüência ascendente.
Ø Identifica números que estão faltando numa série numérica.
Ø Reconhece o número que vem logo antes ou logo depois de um determinado número.
Ø Conta correspondendo um a um os nomes dos números aos objetos a serem contados.
Ø Lê números conhecidos de modo convencional.
Ø Usa números para registrar quantidades.
Ø Sabe ordenar quantidades e números.
Ø Identifica e nomeia formas e tamanhos.
Ø Identifica posição e se situa no espaço.
Ø Discrimina semelhanças e diferenças em objetos.
Ø Resolve situações problemáticas simples.
Ø Consegue organizar objetos de acordo com os atributos.
Ø Identifica e nomeia conceitos e cores.
Ø Reconhece os diversos significados e interpretações dos conceitos.
Ø Reconhece grandezas e suas medidas em diversas situações.
Ø Estabelece relações e compreende facilmente números de 0 a 9 e consegue associá-los para completar um conjunto com a quantidade pedida.
Ø Organiza objetos na forma ascendente e descendente de acordo com os atributos, tamanho, cor, forma, peso, etc.
Ø Emprega corretamente o vocabulário atemático relacionado a conceitos diversos.
Ø Utiliza noções espaciais básicas para explicar direções.
Ø Resolve situações problemáticas.
Ø É capaz de dizer uma série numérica de ___ a ___, recitando os números em ordem.
Ø Identifica o maior entre dois números, o que vem logo antes e logo depois.
Ø Utiliza noções simples de cálculo metal como ferramenta para resolver problemas.

NATUREZA E SOCIEDADE:
Ø Manifesta opiniões próprias sobre acontecimentos, busca informações e confronta idéias.
Ø Participa com interesse de todas as atividades desenvolvidas envolvendo o tema estudado.
Ø Imagina soluções para os problemas apresentados.
Ø Participa de conversas formulando perguntas sobre o conteúdo trabalhado.
Ø Estabelece algumas relações entre o modo de vida característico de seus grupo social e de outros.
Ø Reconhece a importância da preservação das espécies para a qualidade da vida humana.
Ø Reconhece e utiliza hábitos de higiene como preservação e prevenção de saúde
Ø Identifica os fenômenos mais simples da natureza , suas causas e efeitos
Ø Utiliza conceitos próprios relacionados ao corpo (partes,desenvolvimento, funções, cuidados)
Ø Reconhece o meio ambiente como fator de sobrevivência dos seres
Ø Tem consciência da preservação do meio ambiente
Ø Age com educação ambiental
Ø Identifica o espaço mais próximo e sabe se situar nele
Ø Nomeia lugares e pessoas conhecidas
Ø Identifica sua história de vida e dos seus familiares

OBSERVAÇÕES:
Ø A agitação e ou dispersão tem afetado o desempenho do(a) aluno (a).
Ø Faz regularmente o para casa, completo e com capricho.
Ø Requer constante supervisão da professora.
Ø Suas faltas tem afetado o seu desempenho.
Ø Demora mais que o tempo previsto para realizar as atividades propostas.


O ... é um menino inteligente, observador e perspicaz. Neste semestre ele se destacou ainda mais na área das Artes. Gosta muito de desenhar e criar personagens para seus jogos; consegue entrar com facilidade no mundo do imaginário, sem se ater a ele, pois distingue a diferença entre o mundo de seus sonhos e a realidade. Possui um bom desenvolvimento artístico e lógico.Tem aprimorado cada dia mais seu campo visual, dimensão, proporção, lateralidade, noções de perspectivas e estratégia. Elabora bem sua produção artística usando todos os meios possíveis para se expressar com clareza por meio dela. Não gosta de colorir seus desenhos, pois já quer começar outro desenho aperfeiçoado. É detalhista em suas produções artísticas, mas não me parece ser assim com as outras disciplinas, na maioria das vezes só faz o que gosta. Passou por um processo intermediário, ora era calado e fechado, ora explodia em brincadeiras e chamava a atenção de todos os colegas, tornando quase impossível a continuidade da aula. Suas atitudes nesses momentos foram muito prejudiciais ao seu desenvolvimento cognitivo, mas produtivo para sua inteligência emocional. Como é um aluno que gosta muito de artes, ele foi eleito junto com outro coleguinha, para ajudar a professora de artes a organizar e montar a exposição dos trabalhos artísticos de toda a classe para o Evento Cultural. Agora que encontrou o equilíbrio ele voltou a desenvolver-se em sua totalidade. É uma criança cômica que gosta de provocar seus colegas. Mas está aprendendo e respeitar as diferenças de cada e brincar com todos sem ferir.



Neste período,...teve um bom desempenho, envolvendo-se com interesse nas atividades propostas.Continua estabelecendo um relacionamento muito amigável com seus colegas e professores. É muito atenta em aula e procura ajudar os colegas sempre que possível. Colabora no fortalecimento da amizade e respeito às regras de convívio na Escola. Na linguagem oral, consegue se expressar com clareza e seqüência lógica de idéias. Na linguagem escrita consegue ler e escrever palavras e frases simples. Na área do pensamento lógico não apresenta dificuldades, realizando com habilidade a adição e subtração.Na maioria das vezes, sejam na realização das atividades, apresentações e outros, ...mostra-se entusiasmada incentivando os colegas a participarem ativamente das atividades propostas por mim ou por seus pares.Com relação às tarefas escolares de casa continua demonstrando muita responsabilidade e capricho. É necessário que a família continue incentivando-a, encorajando-a a realizar as atividades e orientando-a no que for necessário. Da mesma forma, é necessário valorizar as suas conquistas para que ela possa superar suas dificuldades.

Neste terceiro trimestre ...teve um bom desempenho envolvendo-se ativamente das atividades propostas. Continua estabelecendo um relacionamento agradável com seus colegas e professora é uma criança muito inteligente, meiga e sensível. É caprichoso, conhece e sabe usar as cores em seus desenhos de pintura.Diogo vai ao banheiro sozinho, arruma com ordem o que utiliza, dispõem em auxiliar a professora quando preciso, por exemplo, para entregar um livro ao colega. Sabe dar recados.Presta atenção as aulas, realiza o que foi solicitado com facilidade, apresenta dificuldade no trabalho com recortes e pesquisa de palavras, só realiza com a presença da professora. Não gosta de participar das atividades dirigidas, nem responder oralmente o que foi proposto.... evoluiu de forma gratificante, porém apresenta dificuldade para identificar algumas letras do alfabeto, prejudicando assim um melhor rendimento. No lógico- matemático identifica os pares, formas geométricas. Apresenta dificuldade para identificar e seqüenciar números.Em Natureza e Sociedade faz distinção entre os seres vivos e os seres sem vida a importância do ar para nossa sobrevivência, e para todos os seres vivos da terra.Joana teve um excelente desempenho envolvendo-se ativamente das atividades propostas, porém precisa conscientizar que em todos os jogos há quem ganhe e quem perca, ela não aceita quando perde nas brincadeira dirigidas, tendo a interferência da professora. É muito inteligente, caprichosa, detalhista. Costuma em algum momento ser bem sentimental, pois chora com facilidade. Uma palavra que a colega disser que ela não queira ouvir é motivo para chorar até que a professora converse com ela.Prefere brincar com pequeno grupo de amigos, mas tem afinidade com todos, porém costuma excluir algumas colegas que fazem parte de seu grupo de amigos preferidos de suas brincadeiras. Fazendo com que as demais fiquem muito triste, converso sempre com ela.Nas aprendizagens especificas, evoluiu de forma significativa, consegue ler palavras e frases simples, realiza todas as tarefas com facilidade e dedicação. No aspecto lógico – matemática compreende e dá sequência aos números com facilidade. Em natureza e sociedade faz distinção entre os seres vivos e os seres sem vida a importância do ar para nossa sobrevivência, e para todos os seres vivos da terra.... teve um ótimo desempenho envolvendo-se ativamente das atividades propostas. Continua estabelecendo um relacionamento agradável com seus colegas e professora, é muito meigo, educado, detalhista, e muito inteligente. É muito atento às aulas e procura ajudar os colegas sempre que preciso.Na linguagem oral consegue se expressar com clareza e sequência lógica de idéias. Na linguagem escrita tem excelente coordenação e caligrafia perfeita, super organizada e detalhista. Teve um ótimo rendimento na dificuldade que estava tendo para reconhecer as letras do alfabeto. Consegue ler e escrever palavras simples, reconhecendo seu nome completo.Com relação às tarefas de classe e extraclasse continuam sendo feita com o mesmo esmero. Em natureza e Sociedade faz distinção entre os seres vivos e os seres sem vida a importância do ar para nossa sobrevivência, e para todos os seres vivos da terra.É necessário que a família continue incentivando-a encorajando-a no que for necessário e, da mesma forma, continuar valorizando suas conquistas para que possa superar suas dificuldades.Neste período ...teve um excelente desempenho, continua estabelecendo um relacionamento agradável com seus colegas e professora, é muito inteligente e educada. Na linguagem oral consegue se expressar com clareza e sequência lógica de idéias.Na linguagem escrita consegue ler e escrever palavras e frases simples, na área do pensamento lógico matemático não apresenta dificuldades ao realizar habilidades de adição, conhece e dar seqüencia aos números... mostra-se agitada no momento da aula prejudicando sua concentração, nas atividades dirigidas como jogo, não sabe perder quando isso acontece fica triste, e muitas vezes agressiva. Converso com ela mostrando que todo mundo em um jogo tem que ganhar ou perder e que o importante é a aprendizagem, que entrelaça o mesmo.Em natureza e Sociedade faz distinção entre os seres vivos e os seres sem vida a importância do ar para nossa sobrevivência, e para todos os seres vivos da terra.

  Aspecto sócio – emocional
  
Como foi a adaptação ao ambiente da creche? A adaptação a nova professora foi tranqüila, Pedro estabeleceu uma relação de afeto, mostrando-se seguro e tranqüilo na aceitação das mudanças incorporadas à sua rotina diária.
  
Como é seu relacionamento com os amigos e funcionários da creche?

O relacionamento com os amigos e com os funcionários é muito bom, Pedro é amigo de todos, é carinho.

Como apresenta seu comportamento? É um menino ativo, gosta de estar sempre em movimento, deslocando-se bastante pelos espaços da creche.Mostra-se uma criança: segura no ambiente escolar, demonstra estar feliz e muito à vontade.

Aspecto cognitivo

Apresenta vocabulário adequado à faixa etária? Sim, seu vocabulário é rico e adequado para a idade. Expressa suas idéias e se faz entender.

Apresenta alguma dificuldade na linguagem falada? Não, articula bem as palavras e comunica-se com fluência.

Reconhece seu nome e dos colegas? Sim, reconhece e escreve o seu nome e já reconhece o nome de todos os amigos, algumas vezes tem duvida quanto ã escrita de nomes muito semelhantes.

Concentra-se na atividade que realiza? Sim, no entanto apresenta dificuldade de manter o foco de sua atenção, precisando de estimulo e atenção da professora para se manter envolvido na atividade até o final da mesma.

Compreende instruções recebidas? Sim, compreende todas as instruções recebidas.

Reconta historias ao seu modo? Sim, consegue entrar com facilidade no mundo da imaginação criando suas próprias historias ou dando continuidade a algo que esteja sendo contado.

Formula frases oralmente a vista de uma figura? Sim, expõe suas idéias com clareza e com frases completas.

Aspecto psicomotor

Demonstra firmeza, equilíbrio e facilidade ao: Andar: sim, anda com equilíbrio. Correr: sim, corre com mudança de direção.Pular: sim, pula dez saltos para frente sem cair.

Consegue andar numa linha? Sim, consegue andar em uma linha com equilíbrio sem cair.

Apresenta equilíbrio corporal? Sim, equilibra-se em um pé mais de 5".

Aspecto pedagógico


Em relação as atividades abaixo, demonstra interesse em realizar as propostas feitas pela professora? Modelagem (s)Colagem (s)Recorte (s)Pintura (s)Sucata (s)Desenho (s)Rodinha (s)Chamadinha (s)

Demonstra cuidado com:


Material escolar: sim mantém o material limpo e organizado.

Objeto de uso pessoal: sim arruma-os, guarda-os em locais a eles destinados.

Próprio corpo: sim apresenta-se uniformizado adequadamente.

Brinquedos: sim organiza os brinquedos, ajuda a arrumá-los.


Outras observações:


Alimentação: Precisa de ajuda;Alimenta-se sozinho;Experimenta novos alimentos ;Demonstra prazer ao se alimenta;

 Desfralde: não faz mais uso de fraldas.
  
Atingiu satisfatoriamente os conteúdos do primeiro semestre em linguagem.

  
...obteve avanços no seu processo de aprendizagem dos conteúdos propostos para o período. Vem desenvolvendo sua sociabilidade e exercitando sua capacidade de acatar as regras de convivência em grupo, apresentou desenvolvimento psicomotor compatível com sua idade e adquiriu conceitos de conteúdos lógico-matematico.

É uma criança muito observadora, curiosa e ativa, gosta de atividades ao ar livre, correr, pular, enfim, de estar sempre em movimento,... brinca com os amigos e suas brincadeiras preferidas são sempre coletivas, onde pode interagir com o grupo, compartilhando brinquedos pessoais e materiais de uso coletivo, diverte-se também com os brinquedos emprestados pelos amigos.

Toma a iniciativa nas atividades desenvolvidas em grupo e gosta de estar em evidência, gosta de ajudar, é prestativo e fica muito contente quando é escolhido o ajudante do dia.... não gosta de ter suas vontades contrariadas, e mostra-se impaciente, quando tem que esperar sua vez de participar nestas ocasiões procuramos conversar com ele e explicar que todos terão sua vez, sua oportunidade de participar....é muito criativo e demonstra toda não só nas construções de bonecos, carros, dinossauros e casas com jogos de montar, como também em seus desenhos, que são sempre muito coloridos e com detalhes especiais.

Nas refeições alimenta-se bem.

Não tem o habito de dormir na escola.

Mostra-se sempre muito falante, relatando suas experiências fora da escola. Algumas vezes usa de muita imaginação, ao relatar situações ocorridas com os amigos durante as atividades fora de sala, e, às vezes, se faz necessário um atendimento individualizado para redirecionar o foco de sua atenção e um pedido incisivo para que interrompa seu "discurso" esse comportamento, algumas vezes, prejudica seu desempenho.



O aluno demonstra um ótimo aproveitamento na aquisição da leitura e escrita...

O aluno apresenta bom desenvolvimento no processo de aquisição da leitura e da escrita...

 O aluno está desenvolvendo-se gradualmente no processo de aprendizagem da leitura e da escrita...

 O aluno encontra-se em desenvolvimento no processo de aprendizagem da leitura e da escrita...

Tem um bom desenvolvimento cognitivo, mas apresenta dificuldades na leitura, contudo com a realização da recuperação paralela tem apresentado avanços importantes...

Lê com fluência qualquer tipo de texto, fazendo conexões com a realidade...

 Lê e interpreta os textos trabalhados em aula sem maiores dificuldades...

Lê com alguma dificuldade, mas demonstra interesse e esforça-se em aprender...

Escreve, ordena e amplia frases, formando textos coerentes e lógicos...

Produz frases e pequenos textos com criatividade e entendimento...

Constrói o conceito lógico-matemático, realizando cálculos com as quatro operações matemáticas...

 O aluno tem especial interesse nas atividades matemáticas...

 Realiza cálculos simples de adição e subtração...

Realiza cálculos com auxilio de material concreto...

É curioso, questiona e busca informações...

Traz para a classe informações de fontes diversas como: radio, tv, jornais e etc...

Compreende as relações existentes entre os elementos do meio ambiente...

Compreende a importância da preservação do meio ambiente para o futuro do nosso planeta...

Adota hábitos de cuidados com o corpo e com o ambiente...

Nas atividades orais demonstra desenvoltura ...( ou inibição)

 Ocasionalmente troca letras...

Constrói frases criativas e elabora pequenos textos com linguagem e ilustrações significativas...

Expressa o que pensa relatando, argumentando, avaliando, relacionando, ordenando, generalizando, concluindo...

 Expressa a escrita representando idéias através de rabiscos, pseudo letras e outros símbolos...

Lê com fluência vários tipos de textos interpretando-os...

 Produz textos escritos com clareza, coerência e coesão...

Identifica e escreve seu nome completo...

Observa, descreve, analisa e sintetiza gravuras, reportagens e textos...

 Apresenta dificuldades ortográficas...

Identifica e escreve seu nome completo...

Ainda não faz relação entre o que fala e escreve
Participação- convívio social...

Participa com interesse e produtividade...

Boa participação nas atividades realizadas em sala.

É criativo e comunicativo..

 Coopera com colegas e professora.

Ouve, reproduz e transmite textos oralmente como histórias, recados, noticias entre outros.

 Demonstra curiosidade em relação aos assuntos estudados.

É cuidadoso e rápido na execução das atividades desenvolvidas.

Aceita sugestões da professora e dos colegas.

Manifesta suas opiniões com clareza e objetividade.

Contribui para a integração e o crescimento do grupo;

Demonstra inquietude e geralmente se envolve em questões referentes aos colegas;

Ainda não aceita as regras convencionadas pelo grupo;

 Colabora na construção de regras;

 Interage com o grupo, ouvindo, respeitando e se posicionando;

 Tem um bom relacionamento com os colegas e mostra-se sempre pronto em ajudar;

Reconhece as relações entre fala e escrita;

 Explora várias formas de linguagens e diferentes tipos de suporte textual para ampliação de informações;

Ouve historias e comentários valorizando impressões afetivas;

Lê e escreve textos desenvolvendo a compreensão do sistema alfabético, utilizando a escrita de acordo com as concepções e hipóteses que possui no momento;

 Produz textos individuais e coletivamente, utilizando gestos, desenhos, sons movimentos e palavras;

 Distingue a língua escrita da língua oral;

 Demonstra compreensão do sistema alfabético;

Lê silabicamente palavras, formadas por grupo de silabas compostas por vogal e consoante;

 Produz frases com lógica;

Produz pequenos textos sem preocupação ortográfica.

 Distingue letras na linguagem oral e escrita;

 Encontra-se na fase pré-silabica, começando a diferenciar letras de números, desenhos ou símbolos.

Percebe que as letras são para escrever porem ainda não sabe como isso se processo.

   
Durante o xxxxxxx bimestre, percebemos que o aluno xxxxxxxxxxxx observava, escutava e se expressava verbalmente durante a “roda da conversa”, participando ativamente dos assuntos em questão.

Nestes últimos quinze dias, apresentou mudanças comportamentais, pois está muito agitado, querendo sair da sala, mexendo com os amigos durante as atividades, apresentando dificuldade em realizar atividades que exijam concentração e raciocínio. Qualquer movimento ou barulho diferente é motivo para se distrair.

Temos proporcionado vivências para que o xxxxxxxxxxxxx tenha contato com a linguagem escrita por meio de diferentes portadores de texto, como livros, jornais, convites, bilhetes, cartazes, placas dentre outros materiais.

Durante o trabalho com a linguagem escrita, possibilitamos a imersão significativa e prazerosa do aluno. De forma contextualizada, a escrita foi trabalhada com base nas formas que aparecem na sociedade relacionada às situações de vida.

Verificamos que ao fazer seu texto individual utiliza a escrita espontânea, fazendo o sonzinho das letras ao escrever as palavras no início do texto, depois coloca letras aleatórias sem se preocupar com a correspondência entre fonema e grafema. Às vezes se distrai conversando ou observando o que os outros estão fazendo.

Temos possibilitado cada vez mais oportunidades agradáveis no contato com a escrita e com a leitura para que coisas externas não tomem sua atenção. Percebemos que o comportamento do XXXXXXXXXX vem oscilando até neste aspecto, antes ele mostrava interesse pelos momentos de leitura, pois ele ficava um bom tempo sentado lendo um livrinho, olhando as ilustrações e divertindo-se com a história, agora anda impaciente e não fica muito tempo concentrado na leitura do livrinho, distrai-se logo e deixa a leitura por qualquer outro motivo externo.

O XXXXXXXXXX aprecia atividades que envolvem artes, principalmente as que estão relacionadas com construção de objetos e brinquedos, utilizando sucatas. Brinca e inventa falas para os personagens que constrói. O brincar dessa maneira é muito importante, pois desencadeia atividades criadoras, a imaginação, favorecendo o seu desenvolvimento.

Propiciamos um ambiente de construção de descoberta, de busca, de discussão e de realização de atividades matemáticas.

Durante os registros das atividades propostas, fez contagem oral, explorou idéias de juntar, tirar, manipulou diferentes tipos de materiais, adquiriu noções de tamanho, comparou, seqüênciou, classificou e utilizou o número para representar a quantidade.

Nessas atividades que envolvem o raciocínio – lógico matemático sempre participou com entusiasmo, mas ultimamente é preciso que a professora fique estimulando e questionando para que ele participe da atividade do começo ao fim.

Em relação à assimilação e fixação dos conteúdos o aluno é: excelente, independente e realiza todas as atividades. Muito bom, porém tem necessidade de consultar o professor. Possui dificuldade, é dependente do professor, mas realiza apesar de apresentar bastante lentidão.

Possui dificuldade, é extremamente dependente do professor,não consegue realizar nada sozinho.

Concentração e atenção às explicações em sala de aula:
participativo, mas se empolga demais o que às vezes atrapalha. Participa somente quando é solicitado. Não participa da aula. Demonstra apatia.
distraído, conversa e ainda atrapalha os demais.

Quanto à correção:não consegue corrigir os erros sozinho, necessita que o professor oriente durante a correção, se distrai com muita facilidade.
excelente.Consegue identificar e corrigir seus erros sem auxílio do professor.
não corrige certo da lousa, pois apresenta deficiência visual. Não corrige certo da lousa, devido à falta de atenção.

Quanto ao relacionamento do aluno com os colegas: Relaciona-se bem com todos os colegas.Não relaciona-se bem, gosta de se isolar.Não relaciona-se bem com os colegas, é agressivo.Gosta de realizar trabalhos em grupo.Demonstra resistência em fazer trabalhos em equipe.
Quanto à Caligrafia:excelente letra linda, caprichoso e sem erros. excelente , mas por querer ser o primeiro da classe a terminar, acaba deixando a desejar no capricho e na letra.caligrafia boa, porém com muitos erros.
caligrafia ruim, mas não apresenta erros.
letra muito bonita, sem erros, mas é lento.
Quanto à disciplina:apresenta comportamento excelente tanto em sala de aula , como na fila. Apresenta comportamento excelente em sala, porém na fila, deixa a desejar. Conversa , porém acata às regras da sala.
Uma chamada de atenção é suficiente. é indisciplinado, cabendo ao professor chamar-lhe a atenção em muitos momentos.
Quanto ao reforço:não necessita de reforço paralelo. Necessita de reforço e comparece a todos. Necessita de reforço, mas não comparece devido à resistência dos pais ou do próprio aluno. Comparece aos reforços, mas apresenta resistência em realizar as atividades propostas (pede para ir ao banheiro; beber água distrai-se com facilidade, conversa, brinca).
Quanto ao material usado em sala e lição de casa:realiza a lição de casa com capricho. Realiza a lição de casa sem capricho. Não realiza a lição de casa.traz todos os materiais necessários. Esquece o material escolar.

Quanto à Leitura: lê com fluência e entonação adequados. lê, mas não respeita os sinais de pontuação. Tem dificuldade na leitura das palavras. Não lê.
Quanto ao uso de óculos: não usa óculos. Usa óculos normalmente.
mostra resistência em usar o óculos, desta forma a professora tem que solicitar constantemente que o mesmo faça uso correto.

Em relação à assiduidade do aluno: falta muito e as mesmas o estão prejudicando no aprendizado. Não falta, exceto se for estritamente necessário.

Em relação a seus materiais: Organiza com ajuda da professora. Organiza com total independência.não consegue se organizar.Esquece freqüentemente materiais na sala.perde freqüentemente materiais na sala.

Em relação aos responsáveis: “necessitam” de atenção especiais. São participativos.são criteriosos, indagam bastante e acompanham o desenvolvimento do filho. geralmente não acompanham as lições/estudo do filho, porém participam das atividades. não são participativos e pouco comparecem às atividades.



DESCRIÇÃO
HABILIDADES
LEGENDA
APRECIAÇÃO DE TEXTOS LITERÁRIOS
O ALUNO SE ATENTA A ESCUTA DA LEITURA REALIZADA PELO PROFESSOR E/OU COLEGAS.
O ALUNO FAZ COMENTÁRIOS SOBRE A TRAMA, PERSONAGENS E CENÁRIOS DAS HISTÓRIAS LIDAS PELO PROFESSOR
RECONTA HISTÓRIAS OUVIDAS RECUPERANDO A LINGUAGEM ESCRITA UTILIZADA PELO AUTOR
NA LEITURA COMPARTILHADA E NA ANÁLISE DE TEXTO, O ALUNO É CAPAZ DE COMPREENDER O ASSUNTO, FAZENDO COMPARAÇÕES COM OUTROS TEXTOS LIDOS, SE APROPRIANDO DA LINGUAGEM ESCRITA, OBSERVANDO OS RECURSOS LINGÜÍSTICOS UTILIZADOS PELO AUTOR, ETC
LEITURA
O ALUNO FAZ EMPRÉSTIMOS DE MATERIAIS DO ACERVO DE LEITURA ESPONTANEAMENTE
FAZ O AJUSTE DA FALA COM A ESCRITA DE TEXTOS QUE SE SABE DE MEMÓRIA
UTILIZA-SE DAS ESTRATÉGIAS DE LEITURA PARA BUSCAR RESPOSTAS EM ATIVIDADES COM BANCO DE PALAVRAS, LISTAS, CIRCULA PALAVRAS DITADAS PELO PROFESSOR
LÊ COM AJUDA DO PROFESSOR, DIFERENTES GÊNEROS TEXTUAIS, DIFERENCIANDO SUAS CARACTERÍSTICAS
LÊ POR SI SÓ, TEXTOS CONHECIDOS: PARLENDAS, TRAVA-LÍNGUAS, QUADRINHOS, MANCHETES DE JORNAL,RÓTULOS, LISTAS, ETC
FAZ LEITURA COM AUTONOMIA
O ALUNO É CAPAZ DE COMPREENDER O ASSUNTO, FAZENDO COMPARAÇÕES COM OUTROS TEXTOS LIDOS, COMPARTILHANDO SEUS PONTOS DE VISTA
O ALUNO COMPREENDE OS DIFERENTES PROPÓSITOS DE LEITURA: LER PARA ESTUDAR, LER PARA SE DIVERTIR, LER PARA PESQUISAR, LER PARA COMPARTILHAR, ETC
ESCRITA
RECONHECE, USA E RECITA AS LETRAS DO ALFABETO
UTILIZA A ORDEM ALFABÉTICA EM ALGUMAS DE SUAS APLICAÇÕES SOCIAIS (AGENDA TELEFÔNICA, DICIONÁRIO, LISTA DE NOMES, ETC)
UTILIZA AS LETRAS MÓVEIS, JUSTIFICANDO PARA SI E PARA O OUTRO AS ESCOLHAS FEITAS, MESMO QUE AINDA NÃO SEJA DE FORMA CONVENCIONAL
COMPREENDE O FUNCIONAMENTO ALFABÉTICO DO SISTEMA DE ESCRITA. ASSINALE SUA HIPÓTESE DE ESCRITA:
ALFABETIZADO ( )
ALFABÉTICO ( )
SILÁBICO-ALFABÉTICO ( )
SILÁBICO COM VALOR SONORO ( )
SILÁBICO SEM VALOR SONORO ( )
PRÉ-SILÁBICO ( )
ESCREVE TEXTOS QUE SABE DE MEMÓRIA (O TEXTO FALADO E NÃO A SUA FORMA ESCRITA), CONFORME SUA HIPÓTESE DE ESCRITA
FAZ REESCRITA DE PRÓPRIO PUNHO E/OU EM PARCERIA.
REESCREVE HISTÓRIAS DITANDO PARA O PROFESSOR OU COLEGA, HISTÓRIAS CONHECIDAS, CONSIDERANDO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA LINGUAGEM ESCRITA DO TEXTO.
ESCRITA
PRODUZ TEXTOS DE AUTORIA DE PRÓPRIO PUNHO
PRODUZ TEXTOS DE AUTORIA NECESSITANDO DE ESCRIBA
PRODUZ TEXTOS DIFERENCIANDO OS GÊNEROS TEXTUAIS
FAZ REVISÕES DE TEXTOS INDIVIDUALMENTE
FAZ REVISÕES DE TEXTOS MESMO QUE SEJA COLETIVAMENTE E/OU ORALMENTE
O ALUNO FAZ REFLEXÃO DA ORTOGRAFIA REGULAR E IRREGULAR
EM PRODUÇÕES ESCRITAS, O ALUNO FAZ USO DO SISTEMA DE PONTUAÇÃO
NAS PRODUÇÕES ESCRITAS O ALUNO FAZ USO DA SEGMENTAÇÃO
ORALIDADE
O ALUNO PARTICIPA DE INTERCÂMBIO ORAL (RODA DE CONVERSA, RODA DE BIBLIOTECA, RODA DE CURIOSIDADE)
O ALUNO CONSEGUE INDICAR LIVROS LIDOS, COMPARTILHANDO CONHECIMENTOS ADQUIRIDOS EM RODAS DE CONVERSAS
CONSEGUE ESPERAR SUA VEZ DE FALAR PERMANECENDO DENTRO DO ASSUNTO DA CONVERSA
CONSEGUE ELABORAR PERGUNTAS DENTRO DOS ASSUNTOS TRATADOS
ELABORA SUA FALA ADEQUANDO-A DIFERENTES INTERLOCUTORES


Artes: Utiliza os elementos da linguagem visual representando, expressando e comunicando o tema proposto, por imagens: desenho, pintura e outros; cria e constrói formas visuais, em espaços diversos, com muita criatividade e capricho. Demonstra muita timidez e insegurança em participar de dança como atividade coletiva. Apresentou evolução no processo da aquisição e do domínio dramático. Em relação aos conteúdos de Artes, consegue organizar-se, possui espírito crítico e curioso de investigar novas possibilidades. Sabe escutar o que os outros dizem numa discussão, valoriza seu processo de criação e tem respeito pelo dos outros, permitindo a execução de uma obra conjunta.

Ciências: Identifica as partes dos vegetais e com auxílio às classifica. Nomeia características do corpo humano, nomeando as partes que o compõe (cabeça, tronco e membros). Observa o ambiente que o circunda, diferenciando o dia da noite e o clima. Entende os órgãos dos sentidos e quanto são necessários ao ser humano. Com autonomia reconhece a importância do asseio corporal para a manutenção da saúde. Adota as necessidades de bons hábitos de alimentação. Participa de experiências. Classifica os animais através de suas características (pêlos, penas, escamas), também nomeia o habitat natural de cada um deles.

  
Educação Física: O aluno participa de atividades que envolvem condutas motoras de base identificando-as em suas ações. Tem boa concentração e demonstra-se atento durante as explicações e realização de atividades. Possui bom ritmo, utilizando bem sua expressão corporal. Organiza-se e orienta-se bem no tempo e no espaço. Tem boa vontade quanto à participação e respeito a regras, aceitando bem os resultados de jogos e atividades propostas. Apresenta boa coordenação ampla, estando em desenvolvimento a coordenação fina e visomotora. É cooperativo e demonstra atitudes de respeito mútuo. Demonstra estar em desenvolvimento tanto sua lateralidade quanto lateralização.

Ensino Religioso: Reconhece que existem diferentes tipos de famílias e todas têm o seu valor. Em suas atitudes cotidianas, demonstra não ter preconceitos. Demonstra solidariedade e respeito, junto ao seu grupo de convivência. Apresenta atitudes de responsabilidade para com suas atividades escolares.

Geografia: Reconhece e identifica os elementos naturais e culturais, como formadores do meio. Possui atitude responsável em relação à preservação da natureza. Utiliza a linguagem oral para observar e descrever a paisagem. Identifica regras simples de trânsito como os diferentes tipos de sinalização, sendo capaz de locomover-se respeitando as regras. É capaz de localizar-se a partir de um ponto de referência no trajeto casa/escola. Percebe que o homem interfere na natureza, modificando-a. Diferencia ambiente natural de cultural.História: É capaz de reconhecer e nomear funcionários da escola especificando o cargo que ocupam. Confronta acontecimentos no tempo, tendo como referência: Anterioridade, posterioridade e simultaneidade com bom desempenho. Entende as regras do grupo escolar, respeitando-as e fazendo uso de seus direitos e deveres. Reconhece algumas propriedades em objetos. Aplica acontecimentos relacionados a sua vida e de sua família e é capaz de organizar oralmente a linha do tempo a partir de dados coletados.Língua Portuguesa: Reconta fatos ouvidos ou vividos com bom desempenho e seqüência de fatos. Apresenta entusiasmo e interesse pela leitura, mostrando-se atento quando a professora faz. Relata histórias conhecidas com aproximação às características da história original. Realiza leitura do próprio nome e de alguns colegas; de rótulos e imagens. Escreve seu nome e faz tentativa de escrita de palavras, conhecendo valor sonoro de todo o alfabeto.Matemática: Faz classificação e seriação com autonomia. Utiliza contagem oral nas brincadeiras e em situações nas quais se percebe a necessidade de contagens. Utilização de noções simples de cálculo mental. É capaz de marcar o tempo por meio de calendário, identificando dias, dias da semana e mês. Percebe semelhanças e diferenças no espaço em que vive. Reconhece e realiza atividades de seqüência numérica até 10 fazendo relações entre quantias com bom desempenho. Nomeias as formas geométricas e as reconhece em objetos do cotidiano.

RELATÓRIO

O XXXXXX é um menino muito carinhoso e educado. Cumpre todos os combinados da sala e seu relacionamento com coleguinhas e professoras é muito bom.Dispersa-se com facilidade durante a realização das atividades. É preciso questionamento e atenção individual, pois quando são explicadas no coletivo, o Pedro não as compreende,dizendo que é muito difícil, precisando, então, da mediação da professora.“Promovemos o trabalho com a linguagem oral e escrita espontânea, a fim de valorizar a sua importância para a formação do sujeito, na interação com as outras pessoas na construção do conhecimento e no desenvolvimento do pensamento.”Não identifica as letras do alfabeto nos diferentes contextos, ou seja, nas atividades propostas para o reconhecimento dos nomes dos amigos, identificação das letras iniciais e finais de palavras trabalhadas em sala de aula.Nas atividades que envolvem escrita espontânea ainda não faz relação entre fonema e grafema, apenas utiliza letras aleatoriamente, mesmo quando é cobrado individualmente, sendo assim, não faz a correspondência com a letra inicial das palavras, colocando na maioria das vezes as letras de seu nome. Ex: BONÉ, escreveu, PEBBR _ BOLA, escreveu, RDRPR.Quando tem dúvidas em relação a alguma atividade, algumas vezes pede ajuda, outras ele fica parado, até que a professora o questione. Quando fazemos coletivamente lista de palavras ou trabalhamos a escrita passo a passo, acompanha no início, mas logo fica inquieto, com a cadeira longe da mesa, e a atenção voltada ao que está acontecendo ao seu redor.Nas atividades gráficas, gosta de usar diversas cores, em suas pinturas.Precisa da interferência da professora para que faça seus desenhos de maneira mais estruturada e com mais detalhes.Nas aulas que envolvem informática, pede o auxílio da professora a todo o momento, tenta fazer sozinho, mas sente-se inseguro ao exercitar os jogos no computador.Ao realizar as atividades que envolvem o raciocínio lógico-matemático, faz a contagem de rotina até dez, mas às vezes se perde durante a contagem e é preciso retomar com o auxílio da professora. Ainda não relaciona o numero à quantidade e no momento de registrá-los graficamente, diz que não os reconhece e é preciso questioná-lo, observando no cartaz que fica exposto na sala de aula, número por número até reconhecer. Ao grafar esses números, algumas vezes, os faz de maneira espelhada, precisando apagar para refazer corretamente..Concluímos que o XXXXXXX está apto a acompanhar o Infantil II, só assim não estaria acelerando etapas no seu desenvolvimento. Temos proporcionado momentos para que a XXXXXXXX entre em contato com a linguagem escrita através de diferentes portadores de textos, como: livros, gibis, jornais, convites, bilhetes, propagandas, cartazes, placas dentre outros materiais.A aluna encontrou oportunidades para se comunicar com os amigos e professoras. Através dos momentos de conversas, desenvolveu a linguagem oral e enriqueceu o seu vocabulário, porém, ainda não verbaliza corretamente palavras que contenham a letra “r” intercalada como, por exemplo: igreja – diz: igueja, professora - fala: pôfessola.

Em relação à escrita espontânea, reconhece as letras do alfabeto, o papel das mesmas na escrita, mas ainda não faz ligação entre pronúncia e escrita. Ao escrever palavras, faz a correspondência com alguns fonemas esquecendo de outros.

Ainda não consegue ler com significado, ora identifica a sílaba, ora tenta adivinhá-la. Ao elaborar seus textos individuais, utiliza a escrita espontânea, fazendo o som das letras ao escrever as palavras do início do texto, depois coloca letras aleatórias.

Em geral, distrai-se facilmente com estímulos pouco significativos, aparentando não estar ouvindo o que está sendo falado. Necessita a todo instante da orientação da professora para finalizar a atividade proposta.

É capaz de realizá-las, mas não demonstra atenção e interesse suficientes para concluí-las, sempre questionando o que é para ser feito.

Em relação à matemática, sabe e reconhece a seqüência numérica e alguns números fora da série até 20.Observamos que a XXXXXXXXXXXX terá um melhor desenvolvimento nas atividades relacionadas à escrita se houver um acompanhamento em casa, pois, constatamos que ainda é necessária a intervenção constante. Temos feito vários questionamentos no decorrer da construção da escrita da XXXXXXXXX, para ela discernir os fonemas e representar os grafemas de forma convencional, pois podemos cobrar dela que pense e reflita ao escrever. Sempre fazemos perguntas sobre o que escreveu ou pretendia escrever. Assim estamos estimulando sua capacidade a todo o momento.

É importante ressaltar que só se adquire o hábito da escrita em contato com textos de uso social. Essas medidas são importantes para que a aluna possa acompanhar o Pré III, tornando seu aprendizado mais tranqüilo e significativo. Concluímos que o XXXXXX está apto a acompanhar o Infantil II, só assim não estaria acelerando etapas no seu desenvolvimento.

A XXXXXXX é uma menina muito carinhosa e educada. Cumpre todos os combinados da sala e seu relacionamento com coleguinhas e professoras é muito bom.

“Promovemos o trabalho com a linguagem oral e escrita espontânea, a fim de valorizar a sua importância para a formação do sujeito, na interação com as outras pessoas na construção do conhecimento e no desenvolvimento do pensamento.”Não identifica as letras do alfabeto nos diferentes contextos, ou seja, nas atividades propostas para o reconhecimento dos nomes dos amigos, identificação das letras iniciais e finais de palavras trabalhadas em sala de aula.Nas atividades que envolvem escrita espontânea ainda não faz relação entre fonema e grafema, apenas utiliza letras aleatoriamente, mesmo quando é cobrado individualmente, sendo assim, não faz a correspondência com a letra inicial das palavras, colocando na maioria das vezes as letras de seu nome. Ex: BONÉ, escreveu, PEBBR _ BOLA, escreveu, RDRPR.

Quando tem dúvidas em relação a alguma atividade, algumas vezes pede ajuda, outras ele fica parada, até que a professora a questione.

Relatório Individual

Fim do segundo trimestre é tempo de receber da escola o boletim e o Relatório Individual do Adriel. Desta vez, a única nota mais ou menos no boletim é a de "Condutas de domínio afetivo", que avalia a relação dele com os colegas. Já no relatório dá pra ver que tudo que eu registro aqui é a mais pura verdade:

Este relatório tem como objetivo analisar o aluno Adriel durante o primeiro semestre nos aspectos sócio-afetivo, cognitivo e psicomotor.

Fontes de pesquisa:


orientarpedagogos.blogspot.com

fdananda.blogspot.com

karine-kira.blogspot.com/.../

neusamariabento.blogspot.com

pmjgminas.blogspot.com



Maria Aparecida Rodrigues Marques

Minha foto

Professora Maria Aparecida R. Marques mas podem me chamar de (Cida Marques) Professora graduada em pedagogia pela Fundação Universidade do Tocantins e Pós Graduada em Artes, Gestão Publica , Educação Infantil e Series Iniciais pela Faculdade de administração FACEL. Professora concursada em duas matriculas pela rede municipal. Contato pelo email: cidarmarques2@hotmail.com tenho 45 anos, sou casada, tenho dois filhos lindo, um de 05 anos e o outro 24 anos. Trabalho na Educação Infantil municipal a 22 anos. Amo o que faço, busco sempre melhorar, procuro entender meus alunos para poder ajudá-los. Para mim ser professora é uma missão. Agradeço a Deus por ter me dado essa oportunidade e os meus pais por terem me incentivado.

ENSINANDO COM AMOR E NÃO POR AMOR!

Plano de Aula, História, Resenha, Relatório, sequência didática, #EducaçãoInfantil, Projetos,Releitura,Música,Brincadeiras Dirigidas, Teatro...

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email