Maria Aparecida Rodrigues Marques

Minha foto
Mimoso do Sul, ES, Brazil
Maria Aparecida Rodrigues Marques tel:28-999868860

domingo, 7 de agosto de 2011

O QUE É O FOLCLORE BRASILEIRO?

Os hábitos do povo, que foram conservados através do tempo.
Dia do Folclore 22 de agosto - Decreto no. 56747 de 17/08/1965. Folclore é uma palavra de origem inglesa cujo significado é ''conhecimento popular''.As manifestações da cultura de um povo, seja através de suas lendas da sua alimentação, do seu artesanato, das suas vestimentas e de muitos de seus hábitos originais e os enriqueceram com novos hábitos criados após a reunião.O folclore é passado de pais para filhos, geração após geração. As canções de ninar, as cantigas de roda, as brincadeiras e jogos e também os mitos e lendas que aprendemos quando criança é parte do folclore que nos ensinam em casa ou na escola. Fazem parte do folclore os utensílios que o povo fabrica para o uso de ornamentação, como as cestas de vime, e os objetos de cerâmica, madeira e couro. Os tecidos, a renda, os adornos de miçangas e penas, também existem ainda muitas outras atividades que fazem parte do folclore. O folclore é o meio que o povo tem para compreender o mundo. Utilizando a sua imaginação, o povo procura resolver os mistérios da natureza e entender as dificuldades da vida e seus próprios temores. Conhecendo o folclore de um país podemos compreender o seu povo. E assim passamos, a saber, ao mesmo tempo, parte de sua História. O folclore brasileiro é um dos mais ricos do mundo. Nele, estão as marcas dos diferentes povos que formaram nossa nação, principalmente o indígena, o africano e o europeu. Imagine uma colcha de retalhos multicolorida com uma mistura de figuras geométricas, estampas e texturas. Assim é nossa herança cultural. Saci-pererê, feijoada, redes de dormir, chinelo de palha, fita do Nosso Senhor do Bonfim, brincadeira de esconde-esconde, bumba-meu-boi, samba, panelas de barro, ferradura atrás da porta, carnaval e futebol. Conhecer, cultivar e estudar nossas tradições é uma forma de manter vivas as raízes nacionais. Veja aqui o que é folclore e conheça as principais tradições do nosso povo. Popular ou folclórico? O folclore é popular, mas segundo grandes estudiosos do assunto – como Luís da Câmara Cascudo –, nem tudo o que é popular é folclórico. Para um costume ser considerado folclore é preciso ter origem anônima, ou seja, não se saber ao certo quem o criou. Deve ser aceito e praticado por um grande número de indivíduos. Também precisa resistir ao tempo e ser passado de geração em geração.
A transmissão? De boca em boca. Ao pé do fogo, na beira do fogão, nos encontros sociais, na missa, enfim
no dia-a-dia do nosso país.


ORIGEM DO FOLCLORE BRASILEIRO?A palavra folclore vem do inglês folk lore. Folk quer dizer povo e lore, estudo, conhecimento. Portanto, folclore é o estudo dos costumes e tradições de um povo. Esse termo foi criado pelo arqueólogo inglês William John Thoms (1803-1885), pesquisador da cultura popular européia. Em 22 de agosto de 1846, ele publicou um artigo com o título "Folk-lore", na revista The Athenaeum, propondo a criação do termo. Com isso, o dia 22 de agosto tornou-se data de referência do surgimento do termo folclore, que gradativamente foi incorporada a todas as línguas dos povos considerados civilizados.William John Thoms utilizava o termo folk-lore para indicar o conjunto de antiguidades populares. O conceito dirigia-se principalmente aos objetos da arte popular, o artesanato. Mas em seu famoso artigo, Thoms citava também usos, costumes, cerimônias, crenças, romances, refrãos e superstições dos tempos antigos.

LENDAS E MITOS

O folclore brasileiro é rico em personagens mágicos. Esses seres que habitam o mundo dos mitos e lendas geralmente estão associados à natureza. Algumas dessas histórias chegaram aqui com os povos que colonizaram nossas terras, como os portugueses. Outras nasceram com os índios, súditos por excelência da mãe natureza. Há aquelas que são contadas há décadas e mais décadas sem que ninguém saiba ao certo como surgiram. Surgiram da necessidade que os povos tinham de explicar e justificar fatos e acontecimentos. Com características fantasiosas, impressionantes e surpreendentes, as lendas e os mitos foram o ponto de partida para os conhecimentos científicos. Conhecê-las é viajar pelo reino do folclore com o passaporte carimbado pela embaixada do sonho e da imaginação

MÚSICAS
Todas as culturas criaram formas musicais para acompanhar seus trabalhos, ritos e festas. Os folcloristas acreditam que tais canções sejam fruto de criações individuais, mesmo que depois apresentem alterações introduzidas por seus usuários. A música folclórica é geralmente monofônica (executada por uma só voz), embora em algumas partes do mundo sejam comuns as canções para duas ou mais vozes. Cumpre distinguir essa música folclórica da que se denomina popular ou ligeira, composta por profissionais para enormes platéias, e que é um fenômeno que data somente do século XIX. Existe um grande número de cantigas e elas encantam jovens e idosos geração após geração.

ATIREI O PAU NO GATO
Atirei o pau no gato-to
Mas o gato-to não morreu-reu-reu
Dona Chica-ca admirou-se-se
Do berro, do berro que o gato deu:
Miau!

A CANOA VIROU
A canoa virou,
Por deixá-la virar,
Foi por causa do(a) (nome de pessoa)Que não soube remar.
Se eu fosse um peixinho
E soubesse nadar,Tirava o(a) (nome da pessoa)Do fundo do mar.
Como brincar: As crianças giram na roda cantando a primeira quadra, na qual é mencionado o nome de uma delas. Esta, deixando as mãos das colegas, faz meia volta, dá-lhes as mãos e, de costas para o centro da roda, continua a caminhar. Novamente é cantada a primeira quadra, sendo escolhida a criança que estiver à esquerda daquela que virou. Quando todas estiverem de costas para o centro da roda, passa a ser cantada a quadra seguinte e, uma a uma, as crianças voltam à posição inicial.

CAI, CAI, BALÃOCai, cai, balão!
Cai, cai, balão!
Na rua do sabão.
Não cai, não!
Não cai, não!
Não cai, não!
Cai aqui na minha mão!

O CRAVO BRIGOU COM A ROSA
O cravo brigou com a rosa
Debaixo de uma sacada;
O cravo saiu ferido
E a rosa despedaçada.
O cravo ficou doente,
A rosa foi visitar;
O cravo teve um desmaio,
A rosa pôs-se a chorar.

FESTAS
As festas populares estão ligadas à religião e ao trabalho do povo. A cultura brasileira recebeu a contribuição de diversos povos, o que levou nossas festas populares a terem identidade própria, pois resultaram da mistura de diferentes histórias e costumes.Em junho, o Brasil ganha arraiais coloridos. Escolas, ruas, praças e clubes são decorados com bandeirinhas, barracas e fogueiras para as festas dedicadas a São João, Santo Antônio e São Pedro. É hora de dançar quadrilha, participar de jogos e brincadeiras. Muitas são as delícias para saborear: pipoca, pinhão, pé-de-moleque, canjica e paçoca de amendoim. Os mais corajosos enfrentam o pau-de-sebo, um tronco alto e escorregadio, difícil de subir. Quem quer namorar faz simpatias e pedidos para Santo Antônio, o santo casamenteiro.A Folia de Reis é uma das várias comemorações de caráter religioso que se repetem há séculos em nosso país. Ela é realizada entre a época do Natal e o Dia de Reis, em 6 d e janeiro. Grupos de cantadores e músicos percorrem as ruas de pequenas cidades como Parati, no Rio de Janeiro, e Sabará, em Minas Gerais, entoando cânticos bíblicos que relembram a viagem dos três Reis Magos que foram a Belém dar boas-vindas ao Menino Jesus.De origem portuguesa e com características diferenciadas em cada região do Brasil, a Festa do Divino é composta de missas, novenas, procissões e shows com fogos de artifícios. Em cidades do Maranhão, bonecos gigantes divertem as crianças, enquanto grupos de cantadores visitam as casas dos fiéis recolhendo ofertas e donativos para a grande festa de Pentecostes. Em Piracicaba, interior de São Paulo, as comemorações ocorrem em julho, às margens do Rio Piracicaba, reunindo milhares de pessoas.Em Belém do Pará acontece anualmente em outubro uma grande festa religiosa que chega a reunir cerca de 1 milhão de pessoas: o Círio de Nazaré. A multidão lota as ruas da cidade para acompanhar a procissão, que dura até cinco horas, em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré. Os romeiros que vão pagar promessas pela cura de doenças, por exemplo, andam descalços e seguram a corda de isolamento que protege a santa. No final, os participantes vestem roupas novas e se alimentam dos pratos típicos da região, como o pato no tucupi, o tacacá e o arroz com pequi.Conheça agora algumas das nossas festas populares:

MARACATUO maracatu nasceu entre os negros de Recife, da mistura do culto católico à Nossa Senhora com a devoção aos orixás das religiões africanas.
Atualmente, muitas das características sagradas e religiosas do folguedo desapareceram, e o maracatu é representado principalmente durante o carnaval.
A rainha Ginga tem nas mãos uma ou duas bonecas, chamadas calungas, que detêm os segredos e mistérios da festa. No carnaval, o maracatu desfila com a rainha e as damas de honra, que são acompanhadas pelo rei, chamado Dom Henrique, por seus cavaleiros e pelo rei Tupi.

CARNAVAL O carnaval é a maior festa popular do Brasil. Adultos e crianças caem na folia, com fantasias e máscaras, nos dias dedicados à diversão e às brincadeiras. O feriado oficial é na terça-feira que antecede a Quarta-Feira de Cinzas.
Em Portugal, ele foi chamado de “entrudo”, pois ocorria antes da entrada na Quaresma.
Personagens característicos e tradicionais do carnaval:

MOMO Segundo a mitologia greco-romana, Momo era o filho do sono e da noite e sua função era cuidar das ações dos deuses e dos homens.De acordo com a história da Arte, era o ator que representava nas peças populares do teatro. Originou-se dos bobos encarregados de divertir os senhores portugueses com mímicas e farsas populares.

ARLEQUIM Personagem da antiga comédia italiana, que tinha a função de divertir o público com piadas nos intervalos das apresentações. Amante de Colombina
COLOMBINA Companheira de Pierrô. Namoradeira, alegre, bela, esperta. Vestia-se de seda ou cetim branco e usava saia curta e bonezinho.

PIERRÔ Usava calça e casaco bem largos, este de grande gola franzida e enfeitado com pompons. Pierrô é o personagem ingênuo e sentimental do carnaval.

FESTAS JUNINAS
As festas juninas são comemoradas no mês de junho e são feitas em homenagem a três santos da Igreja Católica:

Santo Antônio — 13 de junho São João — 24 de junho São Pedro — 29 de junho
Parece que a tradição de fazer grandes festas no mês de junho existe desde a época em que nossos antepassados deixaram de viver apenas como caçadores e passaram a se dedicar à agricultura.
Na Europa, depois de um inverno sempre longo, os primeiros sinais do verão e da volta do calor aparecem no mês de junho e, nessa época, começaram a ser feitas enormes festas, com grandes fogueiras, muita comida, bebida, cantos e danças, para agradecer aos céus pela chegada do verão e para pedir uma boa colheita.
Com o tempo, essas festas começaram a ter padroeiros e, finalmente, incorporaram os santos da Igreja Católica. A tradição de homenagear os santos católicos em grandes festas foi trazida ao Brasil pelos portugueses e, depois, por outros imigrantes, principalmente os italianos.

Santo Antônio - 13 de junhoSanto Antônio, que se chamava Fernando de Bulhões antes de se tornar membro da Ordem de São Francisco, nasceu em Lisboa, em 15 de agosto de 1195, e morreu perto da cidade italiana de Pádua em 13 de junho de 1231.
No Brasil, é um dos santos mais populares e considerado o “santo casamenteiro”, além de ser o padroeiro de quase 230 cidades.

São João - 24 de junho São João Batista recebeu esse nome porque batizava as pessoas no Rio Jordão, poucos anos antes do ano zero da Era Cristã. Foi ele que, segundo a tradição católica relatada na Bíblia, batizou Jesus, cuja chegada ele profetizava com paixão. No ano de 28, a sua cabeça foi cortada e servida numa bandeja a Salomé, que havia pedido isso ao ditador Herodes.
Existe uma tradição popular que diz que São João passa o dia inteiro de sua — festa 24 de junho — dormindo e, se acordasse, não resistiria ao clarão das fogueiras e desceria do céu para festejar também, o que provocaria a destruição do mundo pelo fogo.


São Pedro - 29 de junho São Pedro foi o apóstolo a quem Jesus entregou as chaves do reino dos céus e o escolhido para construir a Igreja Cristã. Seu nome era Simão e ele recebeu de Jesus o nome Pedro, que significa "rocha". Embora não se saiba com certeza, é provável que ele tenha morrido crucificado em Roma, na época do imperador Nero, por volta do ano 64.
Em 1950, o túmulo de São Pedro foi encontrado embaixo da enorme basílica que leva seu nome, no Vaticano.

MAIS FESTAS POPULARES:Lavagem do BonfimFandango


Torém
Cavalhada
Pau-da-Bandeira
Congada
Círio de Nazaré
Festa do Divino
Candomblé
Capoeira

Fonte: Folclore Brasileiro = http://o2o2.vilabol.uol.com.br/
O que é o folclore, Origem do folclore, Festas folclóricas, Músicas folclóricas, Lendas, Mitos, Festas populares, Folclore Brasileiro, Folclore, Tradições folcloricas.

RETIRADO BLOGhttp://luisamatte.blogspot.com

ORIGEM DO DIA DOS PAIS E POESIAS...

O Dia do Pai tem origem na antiga Babilónia, há mais de 4 mil anos. Um jovem chamado Elmesu Moldou esculpiu em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai.
Nos Estados Unidos, Sonora Luise resolveu criar o Dia do Pai em 1909, motivada pela admiração que sentia por seu pai, John Bruce Dodd. O interesse pela data difundiu-se da cidade de Spokane para todo o Estado de Washington e daí tornou-se uma festa nacional. Em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o Dia do Pai. Naquele país, ele é comemorado no terceiro domingo de Junho. Em Portugal é comemorado a 19 de Março. No Brasil, é comemorado no segundo domingo de Agosto. A criação da data é atribuída ao publicitário Sylvio Bhering, em meados da década de 50, festejada pela primeira vez no dia 14 de Agosto de 1953, dia de São Joaquim, patriarca da família.

Nota: Em Portugal comemora-se o Dia do Pai a 19 de Março - dia de São José.

DIA DOS PAIS

O dia dedicado especialmente aos pais se aproxima, as homenagens surgem e muitas que, como eu, já somos órfãos (embora adultos) deixamos brotar em nossos corações a lembrança de momentos bons, permitindo que a saudade se instale.

Meu pensamento corre e eu lembro meu pai, hoje em plano espiritual diverso. Reverencio o homem que, com simplicidade e modéstia, voz calma e semblante tranqüilo, soube demonstrar que a felicidade está contida nas pequenas coisas.

E, sem querer, comparo-o a outros pais, com os quais tenho ou tive a oportunidade de conviver.

É para todos que envio meu pensar.

Talvez seja ficar em lugar comum dizer que o pai tem em suas mãos a responsabilidade de criar e educar. Dizer isso é pouco, quase nada. Pai é o que tem em seu poder a magia do amor, a chama que mantém e enriquece a vida. E, em enriquecendo a vida, mostra com exemplos o caminho, a trilha do futuro.

Talvez não saiba expressar o quanto vocês, pais, são especiais. Mas atrevo-me a dizer a cada um dos pais que me lêem, esperando ser ouvida mais além, por meu pai, no plano espiritual.
Pai ,
tens a força de um gigante para defender teus filhos;
tens o fôlego de um atleta para agüentar a jornada;
tens o destemor dos fortes;
a audácia dos arrojados;
nas atitudes, puro esmero;
nos olhos, o orgulho da ventura...
E teu semblante, quando em recordação,
traduz ternura,
na imensa alegria de relembrar teu filho a balbuciar: PAPAI!

Ana Clara
Pelotas - RS

Tema: Pai
Ana Maria Nascimento

Era meu pai que aprovava
Todas minhas travessuras
E, com amor, me chamava
Encantadora criatura.

Com carinho e lealdade,
Mas sem meu pai junto a mim,
Embora eu sinta saudade,
Posso ser feliz assim.

O pai que não ouve o filho,
ao malfeitor abre espaço
para expor à vista o trilho
que conduz mesquinho laço.

Ao visitar-me o desânimo
Costumo lembrar meu pai
Com seu jeito magnânimo
Que mesmo longe me atrai.

MEU PAI MEU AMIGO
Antonio Cícero da Silva

Meu pai é meu melhor amigo
nele posso realmente confiar
és para mim um verdadeiro abrigo
com ele gosto de muito conversar.

Meu pai, herói de grandeza
o mais valoroso dos homens
se corresponde com gentileza
seu amor me consome.

É muito bom com ele estar
é escudo e real fortaleza
que consegue me acalmar.

O pai me abraça gostoso
gosta muitíssimo de mim
por tê-lo sou vitorioso.


PAI, DE PROTAGONISTA A COADJUVANTE

Artur da Távola


Pai que sou de três filhos de sangue, duas filhas do coração e sete netos deslumbrantes, confesso que de tudo o que fiz, faço e sou, o ponto mais alto é a paternidade. É a minha alegria.

Ser pai é, acima de tudo, não esperar recompensas. Mas ficar feliz caso e quando cheguem. É saber fazer o necessário por cima e por dentro da incompreensão. É aprender a tolerância com os demais e exercitar a dura intolerância (mas compreensão) com os próprios erros.

Ser pai é aprender, errando, a hora de falar e de calar. É contentar-se em ser reserva, coadjuvante, deixado para depois. Mas jamais deixar de falar no momento preciso. É ter a coragem de ir adiante, tanto para a vida quanto para a morte. É viver as fraquezas que depois corrigirá no filho, fazendo-se forte em nome dele e de tudo o que terá de viver para compreender e enfrentar.

Ser pai é aprender a ser contestado mesmo quando no auge da lucidez. É esperar. É saber que experiência só adianta para quem a tem, e só se tem vivendo. Portanto, é agüentar a dor de ver os filhos passarem pelos sofrimentos necessários, buscando protegê-los sem que percebam, para que consigam descobrir os próprios caminhos.

Ser pai é saber e calar. Fazer e guardar. Dizer e não insistir. Falar e orientar. Dosar e controlar-se. Dirigir e ser dirigido “na moita”. É ver dor, sofrimento, vício, queda e tocaia, jamais transferindo aos filhos o que, a alma, lhe corrói. Ser pai é ser bom sem ser fraco. É jamais transferir aos filhos a quota de sua imperfeição, o seu lado fraco, desvalido e órfão.

Ser pai é saber ir-se apagando à medida em que mais nítido se faz na personalidade do filho, sempre como influência, jamais como imposição. É saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho. É saber brincar e zangar-se. É formar sem modelar, ajudar sem cobrar, ensinar sem o demonstrar, sofrer sem contagiar, amar sem receber.

Ser pai é, enfim, colher a vitória exatamente quando percebe que o filho a quem ajudou a crescer já, dele, não necessita para viver. É quem se oculta na obra que realizou e sorri, sereno, por tudo haver feito para deixar de ser importante.

Papai,

Que palavras usar para exprimir o que se sente pelo co-autor da nossa vida?

Pai é aquele que nos coloca nos ombros e nos segura nos tombos
mas que, tantas vezes, sufoca no peito o ímpeto de nos abraçar.
Segura as lágrimas somente para se mostrar forte
e não desmanchar nosso orgulho de filho que o tem como herói.
É aquele das mãos grandes que faz carinho sem jeito
arranhando nosso rosto com a barba a fazer.
Que adentra o quarto, sente o vento frio, recoloca o cobertor,
sem se deixar ver...
Pai é a proteção, a certeza de que nada nos fará
sofrer.

Feliz dia dos Pais!

Gladis Lacerda




Glosando Wilson Dantas
Gislaine Canales
MEU PAI SERIA...

MOTE:

Meu pai, na sua velhice,
tão bom era aos olhos meus,
que se Deus não existisse
meu pai seria o meu Deus.

Meu pai, na sua velhice,
era amor, era ternura,
era pura criancice
na sua terna candura!

Era a imagem da bondade,
tão bom era aos olhos meus,
que eu via a felicidade
através dos olhos seus!

Fazia com que seguisse
minha vida, com carinho,
que se Deus não existisse
ele seria o caminho!

Meu pai seria a alegria
da chegada, sem adeus,
meu pai seria, poesia,
meu pai seria o meu Deus!



Meu Ídolo, Meu Pai...

Iara Melo

Fizeste-me vida
Carregaste-me colo
Ninaste-me noites sem fim
Acalmaste minhas dores
Abrandaste-me choro
Acompanhaste meu crescer.
Seguraste-me nas quedas
dos primeiros passos
Feliz vias tua obra crescer
Trabalhaste incontáveis anos
Em prol do meu viver.
Hoje pai,
Agradeço-te mais ainda
Pelo esforço,
Pelo carinho, pelo colo
Pela mão segura e amiga
Pela força doada
Quando o medo assolava
Vida minha
Foste e és amparo,
Meu ídolo
Meu Pai, meu maior AMIGO
Meu Guia!

Felizes Dias Seus, Querido Pai.


PAI
Jorge Humberto

Pai é tudo na vida, é força e confiança,
Ajuda-nos a compreender o minuto fatal,
Quando, no ensinamento, julgamos mal,
O que ele nos sugere como esperança.

E nunca se cansa de ensinar o que sabe,
Persistindo na palavra de encorajamento,
Quando em nós perdemos o momento,
Do sonho tão palpável que no estio cabe.

Joga à bola e ao peão, a andar de bicicleta,
É o nosso pai, maior que qualquer atleta,
Quando se posiciona ao nosso lado – herói

De outras conquistas. E conta-nos histórias,
Tudo só lembrado e relembrado de memórias,
Para nós, petizes famintos, ele é o cowboy.

Santa-Iria-de-Azoia
08/08/07



O PAI


Lairton Trovão de Andrade


Incomensurável é o valor do pai,

sem medida a magnitude da mãe.

Entretanto, quão fácil falar da mãe,

quão difícil falar do pai.

Poemas abundantes cobrem o mundo em honra da mãe,

Parcos são os que celebram a grandeza do pai.

A mãe desperta-nos, antes de tudo,

o sentimento mais puro do amor humano,

enquanto o pai nos sugere, primeiramente,

os passos da razão numa caminhada segura.

A humanidade nada seria sem a mãe,

mas, também, o que seria sem o pai?

Oh, quanto falei da mãe, agora que falo do pai!



Meu pensamento contempla a elevada dignidade de ser pai.

Deus colocou a potencialidade paterna em todos os homens,

independente da hereditariedade da raça, da condição social, do nível de inteligência e do poder financeiro.

Para ser bom pai, não é necessário ser rico,

nem gênio, nem pertencer à mais alta sociedade,

muito menos ser espécime da raça pura.

Freqüentemente, o pobre desempenha melhor a função de pai

do que o abastado poderoso.

É mais fácil encontramos benfeitores da humanidade,

vindos de famílias humildes do que ver, no seio da História,

brilhar descendentes privilegiados da riqueza e do poder.



Ainda que ser pai represente sublime dignidade,

sua missão caracteriza-se pela pureza da simplicidade.

Para ser bom pai, é necessário, antes de tudo,

consciência reta, responsabilidade, amor constante

qual farol permanente a iluminar o caminho do filho.



Bendito seja o trilhar da humanidade,

graças à bênção da paternidade!

Salve, Dia dos Pais!



LEMBRANÇAS DO MEU PAI

Laura Limeira


Era agosto...
Segundo dia de domingo
Céu azul-clarinho
Sol brilhante, amarelinho
Uma canção ouvia-se pela casa
Do papai entoando versos de carinho

Era agosto...
Segundo domingo, Dia dos Pais
Em casa, era tudo alegria
Presentes eram comprados às escondidas
Escolhidos a dedo e especialmente
Para o papai, naquele dia...

Hoje também é agosto...
Segundo domingo, Dia dos Pais
O céu continua azul-clarinho
O sol brilhante, amarelinho
Mas em lugar daquela canção em versos
Ouço apenas meu soluçar baixinho

E nesse domingo de agosto
Quando sentir a dor da sua ausência
Olharei sua fotografia e o verei sem véus
E não haverá presentes, nem o ouvirei cantarolar versos
Mas sorriremos juntos no encontro da mesma saudade
Quando unidos orarmos o "Pai nosso que estás no céu..."

Por isso, penso com convicção...
Não importa quem meu pai tenha sido
Sinto sua falta, desde a benção ao simples "oi"
Independente de ter sido um pai perfeito, ou não
Porque nem sempre a perfeição justifica o homem
O que interessa é a minha lembrança de quem ele foi.

Laura Limeira
Recife/PE/Brasil



SENHOR!
Luis Carlos Mordegane
umvelhomenino

Sabe este homem? Ele é meu pai!
Que aos meus olhos mostrava-se tão seguro,
Tão confiante ao ensinar-me o caminho
Da bondade, retidão e respeito para com o próximo.

Na verdade, ficaria a brincar comigo por tempo ilimitado
Se não tivesse ele, que trabalhar para nos sustentar...
Não posso deixar de hoje orgulhar-me dele.
Não esquecia o beijo de bom dia antes de ir trabalhar...

Sabe aquelas guloseimas que ele trazia ao cair da tarde,
E a mamãe fica furiosa e seguia a dizer: “-Vamos parar!
Dessa maneira com tantos doces vai este menino estragar!”
E papai sorria e piscava prá mim pela bronca que acabara de levar...

Senhor!

Com certeza meu papai faria dessa maneira sem pensar,
Se o seu trabalho não fosse dele, todo o tempo tomar,
Se tivesse ele uma maneira de cedo em casa chegar,
Ao menos para no colo poder me segurar!

Mas hoje no céu com o Senhor foi morar,
Não o deixe sem afago, colo e carinho ficar.
Dê aquele beijo todas as manhãs quando ele acordar,
E Senhor! Cuide de meu paizinho até com ele poder me encontrar...



TEU DIA DOS PAIS
Luiz Poeta
Luiz Gilberto de Barros

Quando teu filho te chamar de pai,
Guarda esse momento no teu coração;
Teu tempo é curto e se esse amor se esvai,
Deixa cicatrizes, culpa, solidão.

O teu presente no dia dos pais
Não são canetas, meias ou camisas;
É um silêncio simples, não é mais
Que uma ternura que te suaviza.

Pois na mudez dos teus olhos abertos,
Há tua imagem noutra dimensão:
São os teus filhos, que tão longe ou perto,
São complementos do teu coração.

Deus te deu o dom do amor, procura despertá-lo,
Sempre que teu filho dele precisar;
Há tantas maneiras simples de amá-lo
Basta compreendê-lo e tê-lo em teu olhar.

E quando um dia, enfim te ausentares
Desse teu tempo na terra e na vida,
Cada detalhe do que ensinares
Renascerá após tua partida.

Logo que um filho teu for pai de um novo filho,
Ou tua doce filha, mãe de um novo herdeiro,
O teu olhar feliz há de pairar no brilho
Do olhar de um novo pai... sensível, verdadeiro.

Por isso, pai, celebra esse teu dia,
Agradecendo ao Pai por todo o teu destino,
Pois cada riso teu ou lágrima que cai,
Há de lembrar teu pai, teus tempos de menino.

Chora em silêncio, ri, deixa fluir
Tua alegria de acreditar
Que tua história nunca acaba aqui
Em cada filho teu, ela renascerá.

Agradece a Deus e celebra teu dia
Deixaste uma história... o que queres mais ?
Curte o teu momento com muita alegria
Porque tu mereces teu dia dos pais !


Direitos Autorais Reservados
Biblioteca Nacional
RJ


MEU PAI
Neida Wobeto


Meu pai não me pariu.
Meu pai não sofreu as dores do parto.
Meu pai não me amamentou.
Minha mãe padeceu no paraíso
e meu pai estava na porta.
Meu pai foi meu ídolo.
Meu pai foi meu algoz.
Meu pai foi meu sustento.
Meu pai calou nos momentos certos
e falou nos momentos necessários.
Meu pai deu-me sua benção.
Meu pai foi um exemplo.
Meu pai plantou uma árvore.
Meu pai teve um filho,
ou melhor, três.
Meu pai escreveu um livro.
Meu pai perdeu um filho.
Eu pari o livro do meu pai
e dei à luz aos meus dois filhos.
Meu pai foi sábio.
Sou o reflexo do meu pai.
Sou o reflexo do seu reflexo.
Meu pai,
EU TE AMO!


Aba / Pai
RivkahCohen


Não sei, não..
Eu penso que não custava.
Posso até estar enganada
Vejo tantos por aí
com bengala na mão
mas seguindo sua estrada!

Nunca falamos sobre a guerra..
Sentia que a conversa
não podia ser essa.
Ela sempre foi ruim
e marcou também em mim...

Hoje eu queria conversar
Tinha tantas perguntas pra fazer!
Umas,
podiam ser respondidas
com o olhar,
as outras,
você precisaria responder!

Sabe aquele assunto
não mencionável?
Ele está voltando...
Sei lá...
Parece inexplicável
mas está aí de novo,
amedrontando!

Já imaginou você velhinho
não escutando
e pedindo que repetisse?
Puxa...
Mesmo se você não me ouvisse
Acharíamos um jeitinho
de unir nossas forças!

Se a explosão não acontecesse
você aqui estava,
mas
continuo achando
que não custava
que você sobrevivesse,
ABA!


PAI, NOSSO ESCUDO
Sueli do Espírito Santo


Por vezes parece meio fechado
mas em seu coração guardado
há um sentimento tão intenso
mal cabe em seu grande peito
e em certas horas não tem jeito
ele se mostra imenso e intenso

Como o provedor do cotidiano
ele luta e trabalha ano após ano
para dar alimento, nosso estudo
ensina os princípios mais nobres
sejam os ricos ou sejam os pobres
o pai é nosso protetor, fiel escudo.

RETIRADO DO BLOGhttp://www.caestamosnos.org/

Meu Paizão

hoje papai, quero dizer
que tenho muito a agradecer
o seu amor, compreensão
pelo carinho e atenção
sabe papai, você sempre foi
o meu melhor amigo
todas as vezes que eu precisei
você esteve comigo
te amo papai
te amo paizão
muito obrigado por ser meu amigão
te amo papai
te amo paizão
eu te ofereço hoje, o meu coração!!!

Projeto " Meu Pai, Meu Amigo"

Período: 01 a 12 de agosto de 2011

JUSTIFICATIVA:

Trabalharemos músicas e histórias referente ao Dia dos Pais. As músicas alegram e embalam, as histórias encantam e dão asas a imaginação. Nesse caso, podemos ouvir, cantar, contar e recontar, memorizar, atuar, imitar, enfim, participar ativamente de atividades que com certeza, vão trazer muita aprendizagem e principalmente muito prazer e alegria.

QUESTÃO DESENCADEADORA:
Livros de história
Apresentação dos dedoches com personagens da família criando uma história.

CONTEÚDOS NORTEADORES:

Música dia dos pais e a importância do pai para família.

OBJETIVOS:

Valorização da figura paterna;
Estimular a linguagem oral para conversar, brincar, comunicar-se e expressar desejos, opiniões, necessidades, idéias, etc.
Participar de atividades que envolvam histórias, dramatizaçãos, brincadeiras, jogos e canções para despertar e esclarecer curiosidades sobre a família.
Participar de mímicas das músicas;
Utilizar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies para ampliar suas possibilidades de expressão e comunicação;
Interpretar músicas e canções diversas.

DESENVOLVIMENTO
Conversas na rodinha; ( Quem é seu melhor amigo?)
Músicas
Histórias
Artes
Linguagem Oral
Matemática
Natureza e Sociedade
Confecção da lembrancinha para os pais
Pesquisas
Brincadeiras e jogos

AVALIAÇÃO
Conforme as oportunidades exploradas durante o desenvolvimento do projeto, inúmeros são os conceitos formados e objetivos atingidos. A avaliação será contínua pelo professor conforme o interesse da criança e seu desenvolvimento.

CULMINÂNCIA DO PROJETO
Homenagem aos Pais

Anexo letra da música(homenagem)
Meu Paizão
Bananas de Pijamas

Músicas: Ouvir, cantar e dançar diferentes músicas e ritmos;
Para a festa do Papai: Amo Você (Barney); Papai meu amigão (melodia ciranda, cirandinha); Ilumina (Ivete Sangalo)
Diárias para trabalhar o corpo: Fui no mercado comprar café; cabeça, ombro, joelho, pé; macaco pula, meus dedinhos; se você está contente;

Histórias:
Pinóchio; O fusca verde; Meu primeiro livro de figuras (ampliar o vocabulário); fantoches da família (história criada com a ajuda da pesquisa feita com a família)*; pequenas dramatizações com fantoches criando histórias;

Artes Visuais:
Montagem de mural - Folha A3 com a frase PAPAI QUERO TE ENCHER DE CARINHO! e carimbo das mãozinhas com guache colorido;
Confecção de lembranças – pintura da sacola de lixo para carro (TNT) – desenho livre na bandeja de isopor, pintura com tinta e impressão do desenho na sacola;
Dobradura- camisa para o papai;
Cartão – camisa
Chaveiro dos pés acompanhado da frase PAPAI QUERO SEGUIR TEUS PASSOS.
Desenho livre no caderno para acompanhamento;

Brincadeiras e jogos:
Roda, velotrol, caixa de areia, bola, blocão de encaixe;
Corda – trabalhar os conceitos matemáticos – em cima/em baixo, alto/baixo, perto/longe;

*Fazer uma mini pesquisa e enviar para casa – seu esporte favorito, comida preferida, a cor de seu carro, quantos somos na casa, qual o laser que faz junto com o filho, etc.

RETIRADO DO BLOG (http://maternalfeliz.blogspot.com/) E ADAPTADO POR CIDA MARQUES.

Projeto: Alimento colorido é alimento saudável.

Justificativa:
Os hábitos alimentares agem de forma direta no desenvolvimento da criança. A criança em seu desenvolvimento precisa consumir alimentos saudáveis diariamente, para isso os pais e a escola necessitam estimular as crianças fazendo com que consumam frutas e verduras e bebam muita água.
Antigamente era comum ouvir dizer que criança gordinha era sinônimo de “criança saudável”, mas hoje em dia essa visão mudou e sabemos que o sobre peso é excesso de gorduras e açucares no organismo da criança. Para isso lhe damos com ferramentas que acaba trabalhando e interferindo nos hábitos alimentares da criança, que são as comidas industrializadas como salgadinhos, frituras, doces e etc. A televisão é uma fator que age de forma direta, pois aguça a vontade pelo consume descontrolado dessas guloseimas.
Portanto, nada mais estimulante do que preparar alimentos ricos em proteínas, fibras e carboidratos de forma colorida e estimulante para as crianças.


Objetivo Geral:


- Desenvolver hábitos para uma alimentação saudável;


Objetivos Específicos:


- Conscientizar as crianças sobre a importância de se ter hábitos alimentares saudáveis;
- Desenvolver atividades que envolvam cores, formas, escrita, números e quantidades e noções de higiene;
- Estimular as habilidades motoras de escrita;
- Trabalhar com a musicalidade, envolvendo as habilidades motriz;


Sugestões de algumas atividades a serem desenvolvidas:


- Desenvolver atividades de pintura e colagens, letras e números utilizando tema fruta;
- Trabalhar uma cor por dia utilizando as frutas variadas como materiais concretos;
- Fazer recortes e colagens para compor cartazes sobre os alimentos saudáveis e os não saudáveis;
- Elaborar atividades para mostrar a diferença dos alimentos cozidos e crus;
- Trabalhar na cozinha ou sala de aula e preparar alimentos para degustação;
- Fazer salada de frutas com as frutas trazidas de casa e salada de verduras;
- Desenvolver uma peça de teatro de acordo com o tema para ser apresentada pelos alunos.(socialização).


Autoria: Andreza Melo Menezes
Adaptado por Cida Marques
(MEUS TRABALHOS PEDAGOGICOS)

Datas Comemorativas do mês de Agosto de 2011

01/08/2011 – Dia do Capoeirista
01/08/2011 – Dia do Selo Postal Brasileiro
03/08/2011 – Dia do Tintureiro
04/08/2011 – Dia do Padre
04/08/2011 – Dia do Pároco
04/08/2011 – Dia do Sacerdote
05/08/2011 – Dia Nacional da Saúde
09/08/2011 – Dia Internacional dos Povos Indígenas
11/08/2011 – Dia da Consciência Nacional
11/08/2011 – Dia da Televisão
11/08/2011 – Dia do Advogado
11/08/2011 – Dia do Garçom
11/08/2011 – Dia do Jurista
11/08/2011 – Dia Nacional do Estudante
12/08/2011 – Dia do Cortador de Cana
12/08/2011 – Dia Internacional da Juventude
12/08/2011 – Dia Nacional das Artes
13/08/2011 – Dia do Economista
13/08/2011 – Dia do Encarcerado
14/08/2011 – Dia da Unidade Humana
14/08/2011 – Dia de Combate à Poluição
14/08/2011 – Dia do Controle da Poluição Industrial
14/08/2011 – Dia do Protesto
15/08/2011 – Dia da Informática
15/08/2011 – Dia do Solteiro
17/08/2011 – Dia do Patrimônio Histórico
19/08/2011 – Dia Mundial da Fotografia
19/08/2011 – Dia Mundial do Fotógrafo
21/08/2011 – Dia da Habitação
22/08/2011 – Dia do Folclore
22/08/2011 – Dia do Supervisor Educacional
23/08/2011 – Dia do Artista
23/08/2011 – Dia do Aviador Naval
25/08/2011 – Dia do Exército Brasileiro
25/08/2011 – Dia do Feirante
25/08/2011 – Dia do Soldado
27/08/2011 – Dia do Corretor de Imóveis
27/08/2011 – Dia do Peão de Boiadeiro
27/08/2011 – Dia do Psicólogo
28/08/2011 – Dia do Avicultor
28/08/2011 – Dia do Bancário
28/08/2011 – Dia Nacional do Voluntariado
29/08/2011 – Dia Nacional de Combate ao Fumo
31/08/2011 – Dia Nacional do Nutricionista

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email