Maria Aparecida Rodrigues Marques

Minha foto

Professora Maria Aparecida R. Marques mas podem me chamar de (Cida Marques) Professora graduada em pedagogia pela Fundação Universidade do Tocantins e Pós Graduada em Artes, Gestão Publica , Educação Infantil e Series Iniciais pela Faculdade de administração FACEL. Professora concursada em duas matriculas pela rede municipal. Contato pelo email: cidarmarques2@hotmail.com tenho 45 anos, sou casada, tenho dois filhos lindo, um de 05 anos e o outro 24 anos. Trabalho na Educação Infantil municipal a 22 anos. Amo o que faço, busco sempre melhorar, procuro entender meus alunos para poder ajudá-los. Para mim ser professora é uma missão. Agradeço a Deus por ter me dado essa oportunidade e os meus pais por terem me incentivado.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Festa junina /Meio Ambiente

Data: 01 a 10 de junho de 2011
Tema: Festa junina /Meio Ambiente
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.

Atividades de rotina
Competências:
*Reconhecer e valorizar o meio ambiente e Festa junina;
* Desenvolver atividades que envolvam participação das crianças em diversas brincadeiras levando-os a conhecer os costumes e valorizar as tradições.
Incentivação:
-Mural
- Dobradura
-Música (dramatização)
-História ( Origem)

Habilidades:

*Conhece e valoriza o Meio Ambiente.
*Levar o aluno a conhecer a origem da festa junina, levando os educando a conhecer seus símbolos e seus valores.

Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.

Atividades:

01/06 – História e desenho livre;
02/06 - Pintura com guache (Fogueira) confec de bandeirinhas e balão;
03/06 – Vamos colorir as bandeirinhas e fazer o fogo da fogueira e ensaio?
06/06 - História e desenho livre; (Meio ambiente);
07/06 – História –Era uma vez...(balãozinho de papel) e ensaio;
08/06 – Pinte as cenas juninas!
09/06 – Colagem com palitos de fósforos;
10/06 - Conversa informal sobre a festa junina e ensaio.

Projeto desenvolvido:

Projeto “Festa Junina”
Projeto” Amigos do planeta terra”

CEIM Casulo Santa Terezinha do Menino Jesus

Data: 16 a 31 de maio de 2011
Tema: Coordenação Motora e equilíbrio através de jogos Semestre:
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.
Atividades de rotina
Competências:
*Desenvolver atividades que envolvam a Coordenação Motora e equilíbrio através de jogos;
Incentivação:
- Brincadeiras
-Música (dramatização)

Habilidades:

Levar o aluno a desenvolver a Coordenação Motora e equilíbrio através de jogos;
Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.

Atividades:

16/05 – História e desenho livre;
17/05 - Pintura com guache;
18/05 – Recorte e colagem;
19/05 – Brincadeira dirigida (amarelinha);
24/05 - Colagem com palitos;
25/05 – Brincadeira dirigida (dança da cadeira);
26/05 – Cubra o pontilhado;
27/05 – Jogo das quatro cores (coordenação motora);
30/05 - Rasgar com dedos;
31/05- Modelagem e música.

Projeto desenvolvido:

Projeto “Brincando agente aprende”

Dia da Abolição da Escravidão

CEIM Casulo Santa Terezinha do Menino Jesus
Data: 13 de maio de 2011
Tema: Dia da Abolição da Escravidão
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.

Atividades de rotina

Competências:

*Reconhecer a importância e valorização da cultura negra ( Abolição da Escravidão)

*Desenvolver a expressão corporal.


Incentivação:

-Mural
-História


Habilidades:

Conhece e valoriza a cultura negra.

Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.

Atividades:

13/05 – Poema e desenho livre (Sou negro porque encaro minhas origens).


Projeto desenvolvido:

Projeto - Um Olhar Negro

Tema: Higiene e saúde

Data: 09 a 12 de maio de 2011
Tema: Higiene e saúde Semestre:
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.
Atividades de rotina
Competências:

*Identificar cuidados com a higiene pessoal e ao sentar-se a mesa para as refeições;
*Mobilizar saberes em defesa da saúde.


Incentivação:

-Mural
-Música
-História


Habilidades:
*Reconhecer cuidados com a higiene e saúde;
* Compreender a importância dos alimentos para saúde.


Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.

Atividades:

09/05 – História Frutinhas amigas com fantoches e música;
10/05 –– Conversa informal (Um prato cheio para saúde) e desenho livre;
11/05 – Completem e pintem o desenho tomar banho todos os dias;
12/05 - Pinte o que você faz antes do lanche e história ( Os vegetais faz bem a saúde) e desenho livre.


Projeto desenvolvido:

“ Amigos da Higiene”
“ Saúde e 1º lugar”

Plano de aula( Parabéns à Mamãe)

CEIM Casulo Santa Terezinha do Menino Jesus
Data: 02 a 06 de maio de 2011
Tema: Projeto Parabéns à Mamãe / Semestre:
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.
Atividades de rotina
Competências:

*Reconhecer a importância da figura da materna;
*Sensibilizar os alunos sobre a importância de comemorarmos o dia das mães;
* Desenvolver a expressão corporal.


Incentivação:

-Mural
- Dobradura
-Música (dramatização)
-História


Habilidades:

Conhece e valoriza a figura materna e sua profissão.

Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.

Atividades:

02/05 – História e música;
03/05 – História e desenho livre (Um anjo chamado mãe);
04/05 - pintura com guache (pinte um presente para sua mãe) e ensaio;
05/05 – Circule com lápis vermelho a primeira letra da palavra Mãe e ensaio;
06/05 - História a cama da Mamãe, desenho livre e (dramatização).


Projeto desenvolvido:

Projeto “Parabéns à Mamãe”

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Presidente Dilma impede a circulação do kit contra homofobia nas escolas.

A presidente da República, Dilma Rousseff, decidiu vetar o programa do Ministério da Educação chamado de 'kit gay' pelos opositores - a bancada evangélica e cristã e, principalmente, o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), como informou hoje, em primeira mão, o jornalista Leandro Mazzini no blog Informe JB.


"A presidenta Dilma não gostou dos vídeos, achou o material inadequado, e determinou que não circule oficialmente. Estão suspensas todas as produções de materiais que falem dessas questões", confirmou o secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho.
Veja os três vídeos que estariam em análise pelo governo:


De acordo com Carvalho, o combate à homofobia nas escolas deve continuar, mas ele destaca que todos os setores da educação do Congresso e da sociedade devem participar da produção dos materiais. O ministro também negou que a decisão foi motivada pela pressão das bancadas religiosas.
O deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), que participou do encontro no qual ficou decidido o veto, chegou a afirmar que a bancada estava disposta a utilizar o caso do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, como forma de pressionar o governo. Garotinho afirmou ainda que parlamentares decidiram abrir uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para apurar a contratação de uma ONG sem licitação pelo MEC para produzir o material anti-homofóbico. De acordo com Garotinho, o valor do contrato é de R$ 1,8 milhão.

Ministro da Educação diz desconhecer 'kit gay' em circulação
O ministro da Educação, Fernando Haddad, já havia se pronunciado a respeito do 'kit gay' semana passada, negando que o material em circulação seja oficial do MEC. No total, são três vídeos - disponíveis na internet - e quatro cartilhas.
"O material que vi circulando não é do MEC. Vários dos materiais que foram distribuídos não são do MEC. Vim esclarecer que não são. A maioria do material que me foi apresentado aqui não é do MEC, estão atribuindo ao MEC um material que não é oficial. Todo ao material do MEC está em domínio público, qualquer pessoa pode fazer o download pelo site do ministério", disse.
De acordo com o ministro, nenhum material foi distribuído para as escolas e todos devem passar pela aprovação da Comissão de Publicação da pasta. As cartilhas e os vídeos estão sendo produzidos por uma empresa terceirizada pelo ministério.
"Recebemos o material, o convênio está em ordem, o material vai para a Comissão de Publicação para um debate interno, material todo. Só se torna oficial quando aprovado na comissão, o que ainda não aconteceu. A comissão vai ouvir secretários estaduais e municipais de educação, alguns parlamentares pediram para participar da reunião e participarão", afirmou.
O material didático que contém cartilha, cartazes, folders e cinco vídeos educativos vem dividindo opiniões e provocando discussões inflamadas. A principal crítica é que estimularia a homossexulidade entre crianças e adolescentes.
A proposta do Ministério da Educação era distribuir o kit inicialmente em 6 mil escolas públicas já em 2011.

Fonte: http://www.jb.com.br/pais/noticias/2011/05/25/presidente-dilma-derruba-kit-gay-do-mec-veja-os-videos-que-foram-analisados/

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Depoimento da Professora Amanda Gurgel do RN.

Gente, eu assisti esse vídeo hoje e confesso que fiquei chocada. Na verdade a Professora Amanda Gurgel fala da realidade brasileira no que diz respeito a educação e as condições do professor. Moro em cidade pequena, e por aqui a realidade não é diferente.Isso é vergonhoso.Mantenho este blog verdadeiramente por amor a minha profissão. É difícil querer mudar o mundo quando os que cuidam do mundo não querem nos ajudar. Gostaria de fazer a diferença para muitos e não para poucos, mas como ser humano muitas vezes limitada pelo salário e tempo curto tento fazer o que posso, assim como milhares de vocês.
Bom, assistam todo o vídeo e a entrevista com ela, eu recomendo, mas depois respirem fundo e pensem nas crianças em sala de aula.
Maria Aparecida R. Marques
Professora

A professora de Língua Portuguesa, Amanda Gurgel, teve ontem a sua rotina alterada. Nada muito brusco, mas pequenos detalhes denunciavam as mudanças. Na assembleia dos professores, ontem à tarde, costumeiramente frequentada por Amanda, vez ou outra alguém a abordava para dar parabéns. Da mesma forma, o telefone celular da professora tocou bem mais vezes do que toca normalmente. Do outro lado da linha, mais congratulações. O motivo para tanto reconhecimento é um vídeo publicado no You Tube e difundido via Twitter onde Amanda expõe a situação dos professores do Estado. O discurso foi proferido no último dia 10 de maio, em uma audiência pública realizada na Assembleia Legislativa. Lá, Amanda Gurgel falou sobre as dificuldades dos professores no dia a dia e sobre o tratamento secundário dado pelos governos ao longo dos últimos anos à Educação. Pela contundência, o vídeo resultante dessa fala foi tomando aos poucos as redes sociais da internet. Ontem, nove dias depois, o nome “Amanda Gurgel” chegou a ser o sétimo mais citado no Twitter em todo o Brasil. Gilberto Gil e Zélia Duncan citaram o vídeo em suas contas no microblog. Marcelo Tas, apresentador do programa CQC, também fez uma postagem no Twitter, além de publicar em seu blog a mesma gravação. Amanda vê a rápida difusão do vídeo com ressalvas. Durante a entrevista concedida à TRIBUNA DO NORTE, a professora fez reiterados pedidos para que o “discurso político” e “a situação dos professores” tivessem mais peso na publicação do que a sua própria imagem. “Queria focar no discurso político, porque eu não tenho o menor interesse de focar na minha imagem”, disse. Jogada repentinamente no turbilhão das redes sociais da internet, Amanda Gurgel ganhou até mesmo perfis falsos no Twitter e no Facebook. “Não participo dessas redes sociais. Tenho uma conta no Orkut, mas nem foto tem lá. Fico surpresa com toda essa repercussão porque o meu discurso não trazia nada de novo. Qualquer professor conhece aquelas situações descritas”, complementa. A preferência da professora pelo lado “político” do vídeo em destaque vem do seu envolvimento no movimento sindical e da filiação ao Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU). Ela participa ativamente do movimento grevista em curso por parte dos professores e defende a mobilização como forma de diminuir as dificuldades da categoria e dar mais qualidade à educação. “Nesse momento, é muito importante para a nossa categoria a manutenção desse movimento”, opina.

Conte o início da sua história como professora.

Olha, eu preferia começar falando sobre outro assunto. Porque o mais importante na minha fala, que foi transformada em vídeo, e nessa repercussão toda que está tendo, é que isso reflete uma situação existente há muito tempo na nossa categoria. Quem é professor há 20 ou 30 anos conhece o processo de degeneração pelo qual as escolas vêm passando. Isso é o principal e não a minha imagem ou até mesmo as minhas palavras, mas a situação. Nós temos diversas discussões em nível nacional. Existe, por exemplo, o Plano Nacional de Educação, que está sendo discutido e são essas as questões principais. Eu não quero que as pessoas me vejam como aquela professora que falou e ficou famosa. Eu sou realmente uma professora que pega três ônibus todos os dias para ir ao trabalho e não acho isso bonito. Eu não acho isso interessante. Eu acho que essa é uma situação de opressão.

Depois da repercussão do vídeo, você aderiu ao twitter?

Não. Eu não participo de nenhuma rede social. Mas fiquei sabendo hoje que há uma conta com meu nome. Minha irmã viu e me avisou. Mas a conta não é minha. É um fake que está tanto no Twitter quanto no Facebook. Eu na verdade estou chocada com essa expansão tão rápida, que pode servir tanto para o bem quanto para o mal.

Como é o seu cotidiano como professora?

atividades pedagógicas na biblioteca e no laboratório de informática. Eu adoeci em decorrência da minha atividade em sala de aula. O que eu tentei foi falar sobre a condição de todos os trabalhadores. Daquele professor que tem o carro, mas não pode usá-lo todo dia porque não tem dinheiro para a gasolina. Porque a realidade dos trabalhadores é essa. Eu por exemplo moro em Nova Parnamirim e trabalho em Nova Natal e preciso acordar às 05h para chegar no horário. A minha realidade é mais suave, porque eu não tenho filho e não preciso dividir o meu salário. Na verdade, eu fico olhando para os meus colegas, da Escola Municipal Prof. Amadeu Araújo e da Escola Estadual Miriam Coeli, e pensando o quanto eles são corajosos. Isso porque são muitas as frustrações pelas quais nós passamos, desde quando escolhemos o curso de graduação, com todas as ilusões dos bancos de universidade, até chegar à realidade.

Você é professora de que disciplina e há quanto tempo?

Sou professora desde 2002. Entrei a Universidade em 2001 e no ano seguinte comecei a lecionar no Cursinho do DCE. A minha experiência exitosa na educação começou e se encerrou ali. Foi a experiência positiva que marcou. Sou professora de língua portuguesa, o que traz uma frustração maior ainda. Terminei um curso de licenciatura preparada para fazer com que os alunos produzam resenhas, crônicas, etc. Mas me deparei com uma sala de aula onde o aluno não é capaz de ler uma palavra simples como “bola”. Isso é desolador. A forma que eu encontrei de canalizar essa frustração é lutando pela categoria.

Por que você se interessou pelo magistério?

Eu tive uma professora, chamada Claudina, de Espanhol, que era uma fonte de admiração. Eu queria ser como ela. Eu sempre acreditei na educação. Não era a melhor aluna da classe, mas era aplicada. Então, eu quis ser professora por acreditar que nessa profissão seria possível mudar vidas.

Voltando ao vídeo, você preparou o discurso com antecedência?

Não. Eu prestei atenção nas falas anteriores e cada absurdo que era falado eu procurava um contraponto. No final, saiu aquilo ali. E não há nada naquelas palavras que não se diga todos os dias nas escolas, que os meus colegas não estejam cansados de saber. A realidade é a mesma há muito tempo. Eu não entendo toda essa repercussão. Talvez o grande lance do vídeo é ter sido gravado ali, na Assembleia Legislativa e na presença da secretária estadual de Educação. Algumas pessoas teriam medo, mas eu nem pensei nisso. Eu não tenho motivo para ter medo de Betânia Ramalho e nem de deputado nenhum, porque eles não me deram emprego e não dependo deles para nada. São eles quem dependem da população.




Incomoda a repercussão que o vídeo teve?

Não chega a incomodar. Mas queria focar no discurso político, porque eu não tenho o menor interesse de focar na minha imagem. É uma surpresa para mim, já que essa é a nossa realidade e não é nada novo.

Você prefere não ser vista como um símbolo dessa luta por melhoria?

Nem símbolo de uma luta. Eu sou apenas mais uma peça. Assim como eu, há outros, milhares de trabalhadores. Eu não sou símbolo de nada e nem pretendo ser.

Você viu quem citou o seu vídeo na internet nos últimos dias?

Fico sabendo quando alguém me liga e fala. Soube que o Gilberto Gil e a Zélia Duncan citaram.

O Marcelo Tas postou o vídeo no blog dele também...

É. Isso entre as celebridades. Contudo, o importante é porque muitas pessoas vão poder ver e não o fato de serem celebridades em si.

Fonte: http://tribunadonorte.com.br/noticia/eu-nao-entendo-essa-repercussao/181782

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Um bom professor um bom começo

Qual de vocês já não se emocionaram ao ver um dos seus alunos terminar o ano atingindo a meta que se queria? Qual de vocês frustrados com o salário, com a falta de reconecimento dos pais e da sociedade nunca tiveram vontade de jogar o jaleco para cima e sair correndo e deixar todas as angustias para trás?
Pois é, caros amigos. Digo para mim mesma que educar é um dom e boa parte dos professores estão na educação porque amam a sua segunda casa, a escola, e amam a arte de educar. Isso mesmo, uma arte, temos que ser artistas nesse mundo sem recursos e burocrático, onde até a inovação é vista com olhar de desconfiança. Mas, como diz a frase "Em si plantando tudo dá"... Vocês prestaram bem atenção nesta frase... EM SI... isso mesmo, quer dizer que você precisa plantar a vocação, o dom, o amor, a vontade em você. Meus amigos, a educação é assim, ingrata, assim como a vida ou qualquer outro emprego. Mas posso dizer "em mim plantei e vou colher", e posso não fazer a diferença para todos, mas já fiz, faço e farei a diferença para muitos, sejam eles, pais, professores, alunos ou até mesmo um vizinho. Tenho certeza que até o último dia da minha vida eu vou estar no pensamento de alguém, assim como a minha professora Fátima da terceira série dos anos iniciais, assim como muitos professores que me auxiliaram para que eu alcançasse esse processo de formação até galgar a minha tão sonhada faculdade. Isso mesmo, vocês queridos professores, fizeram a diferença em minha vida, assim como muito de vocês que estão lendo agora irão fazer a diferença na vida de muita, mas muita gente mesmo!
Ah, e não esperem um reconhecimento direto não, olhem para o alto, o reconhecimento vem de cima... la do céu, vem de Deus mesmo, e posso garantir que não há reconhecimento melhor.
Portanto queridos colegas, esse vídeo que postei aqui me faz refletir sobre a minha profissão, que hoje não é reconhecido e nem valorizada, mas que para todos é o começo de tudo. Sei que não podemos mudar o passado, mas temos a chance de melhorar o futuro. E o futuro é isso... educação.

Andreza Melo
Pedagoga

Todas as datas comemorativas do mês de maio de 2011

01 · Dia Mundial do Trabalho
02 · Dia Nacional do Ex-combatente
02 · Dia do Taquígrafo
03 · Dia do Sertanejo
03 . Assinatura da Ata de Constituição do Museu de Arte Moderna RJ - (1948)
03 . Dia Mundial da Liberdade de Imprensa
05 · Dia de Rondon
05 · Dia da Comunidade
05 · Dia Nacional do Expedicionário
05 · Dia do Artista Pintor
05 . Dia do Marechal Rondon
06 · Dia do Cartógrafo
07 · Dia do Oftalmologista
07 · Dia do Silêncio
08 · Dia da Vitória
08 · Dia do Profissional Marketing
08 · Dia do Artista Plástico
08 · Internacional da Cruz Vermelha
08. Dia das Mães
09 · Dia da Europa

10 · Dia da Cavalaria
10 · Dia do Campo
11 · Integração do Telégrafo no Brasil
12 · Dia Mundial do Enfermeiro
13 · Abolição da Escravatura
13 · Dia da Fraternidade Brasileira
13 · Dia do Automóvel
14 · Dia Continental do Seguro
15 · Dia do Assistente Social
15 · Dia do Gerente Bancário
16 · Dia do Gari
17 · Dia Internacional da Comunicação e das Telecomunicações
17 · Dia da Constituição
18 · Dia dos Vidreiros
18 · Dia Internacional dos Museus
19 · Dia dos Acadêmicos do Direito
20 . Ascensão do Senhor
20 · Dia do Comissário de Menores
21 · Dia da Língua Nacional
22 · Dia do Apicultor
23 · Dia da Juventude Constitucionalista
24 · Dia da Infantaria
24 · Dia do Datilógrafo
24 · Dia do Detento
24 · Dia do Telegrafista
24 · Dia do Vestibulando
25 · Dia da Indústria
25 · Dia do Massagista
25 · Dia do Trabalhador Rural
25 . Dia do Vigilante
27 · Dia do Profissional Liberal
29 · Dia do Estatístico
29 · Dia do Geógrafo
30 · Dia do Geólogo
30 · Dia das Bandeiras
31 · Dia do Comissário de Bordo
31 · Dia Mundial das Comunicações Sociais
31 · Dia do Espírito Santo

Plano de Aula, História, Relatório, sequência didática,Educação Infantil, Projetos...

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email