Maria Aparecida Rodrigues Marques

Minha foto
Mimoso do Sul, ES, Brazil
Maria Aparecida Rodrigues Marques tel:28-999868860

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Plano de aula "Habitação, moradia e número 3"

CEIM Casulo Santa Terezinha do Menino Jesus
Data: 23 a 29 de março de 2012
Tema: Habitação, moradia e número
3 Semestre: 1º
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.

Atividades de rotina

Competências:

*Conhecer os diferentes tipos de moradias,
*Ouvir história,
* Representar sua própria moradia,
*Grafar, representar e identificar o número 3.

Incentivação:

- Dobradura (casa)
-Música (Era uma casa...).
História (Os três porquinhos).

Habilidades:

*Diferenciar diferentes tipos moradias;
*Discutir os aspectos de habitação e moradia .

Desenvolvimento:

Contar a história dos 3 porquinhos e explorar para que serve uma moradia, quais são seus tipos para humanos e os tipos de moradias que os animais usam para se proteger e descansar. Mostrar para as crianças imagens de moradias, tocas e habitações. Em uma folha as crianças irão grafar o número 3 e construir 3 casas iguais à história dos três porquinhos, uma casinha será feita de pedaços de palitos de picolé, outra de corda de cizal ou serragem para representar a palha e uma outra feita de tijolinhos com papel criativo alaranjado ou vermelho.



ERA UMA VEZ TRÊS PORQUINHOS QUE VIVIAM COM A SUA MÃE, COMO JÁ ERAM CRESCIDOS A MÃE DISSE-LHES QUE CHEGARA A HORA DE CADA UM IR Á SUA VIDA.
RESOLVERAM CADA UM CONSTRUIR A SUA PROPRIA CASA.
O MAIS PREGUIÇOSO CONSTRUIU UMA CASA COM PALINHAS, FOI O MAIS RAPIDO E ASSIM PODE IR BRINCAR, O SEGUINTE CONSTRUIU UMA CASA COM PAUS, TAMBEM ACABOU RAPIDAMENTE E FOI JUNTAR-SE AO SEU IRMÃO, O TERCEIRO MAIS VOLUNTARIOSO CONSTRUIU A SUA CASA COM TIJOLOS.
CHEGADA A NOITE CADA UM FOI PARA A SUA CASA, O LOBO MAU QUE ANDARA TODO O DIA A OBSERVA-LOS E ESTAVA FAMINTO FOI BATER Á PORTA DO PRIMEIRO PORQUINHO.
-TRUZ,TRUZ
-QUEM É- DISSE O PORQUINHO ASSUSTADO
-SOU EU O LOBO E QUERO ENTRAR, SE NÃO ABRIRES VOU SOPRAR, SOPRAR ATÉ A CASINHA VOAR.
E ASSIM O FEZ , A CASA RAPIDAMENTE VUOU, O PORQUINHO FUGIU PARA A CASA DO IRMÃO SEGUIDO DO LOBO QUE BATEU NOVAMENTE Á PORTA.
-TRUZ TRUZ
-QUEM É - PERGUNTARAM OS PORQUINHOS ASSUSTADOS
-SOU EU O LOBO E QUERO ENTRAR SE NÃO ABRIREM VOU SOPRAR, SOPRAR ATÉ A CASINHA VOAR.
ASSIM O FEZ , A CASA VUOU E OS PORQUINHOS FUGIRAM PARA A CASA DE TIJOLO DO TERCEIRO PORQUINHO, SEGUIDOS DO LOBO
-TRUZ TRUZ- VOLTOU O LOBO A BATER CADA VEZ MAIS ESFOMEADO
-QUEM É PERGUNTOU O PORQUINHO MAIS VELHO
-SOU EU, O LOBO E QUERO ENTRAR, SE NÃO ABRIRES VOU SOPRAR SOPRAR ATÉ A TUA CASINHA VOAR.
ASSIM O FEZ, MAS A CASINHA NEM UM MILIMETRO MEXEU, O LOBO OLHOU PARA A CHAMINÉ E PENSOU QUE SERIA POR ALI QUE PODERIA ENTRAR E SUBIU AO TELHADO, MAS O PORQUINHO QUE ERA MUITO ASTUTO TINHA UM GRANDE CALDEIRÃO COM ÁGUA A FERVER, QUANDO O LOBO ENTROU CAIU DIRECTAMENTE DENTRO DO CALDEIRÃO DANDO UM SALTO TÃO GRANDE QUE FOI PARAR AO MEIO DA FLORESTA E ATÉ HOJE NUNCA MAIS NINGUEM OUVIU FALAR NO LOBO MAU.

Atividades:

23/03 - Conversa informal sobre moradia e habitação/desenho livre;
26/03 - Recorte colagem (diferentes tipos de casa) e música;
27/03 - Passeio para observar diferentes tipos de moradias.
28/03 – Quebra cabeça
29/03 – História (os três porquinhos), e introdução do número 3
30/03-Desenho livre (habitações)e dobradura

Projeto desenvolvido:

Projeto Moradia

Uma série de atividades foram desenvolvidas a fim de discutir o tema da moradia, conversando com as crianças sobre suas casas, seus costumes, suas famílias, observando as diferenças, semelhanças, e assim por diante.

PLANO DE AULA INICIO DO OUTONO

CEIM Casulo Santa Terezinha do Menino Jesus

Data: 21 de março de 2012
Tema: Inicio do outono
Semestre: 1º
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.

Atividades de rotina

Competências:

*Reconhecer e valorizar a estação do outono;

Incentivação:

-Mural
-Música
-Fantoches

Habilidades:

* Conhece e valoriza a estação do outono;

Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.

Atividades:

21/03 – Historia do outono e colorir, recortar e colar no palito(fantoches-frutinhas).


Projeto desenvolvido:

“Outono em forma”




 

terça-feira, 17 de abril de 2012

História do Dia do Índio/Plano de aula

CEIM Casulo Santa Terezinha do Menino Jesus

Data: 19 e 20 de abril de 2012
Tema: Índio Semestre: 1º
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.

Atividades de rotina

Competências:

* Reconhecer e valorizar a história do Índio;
* Exercitar atividades que envolvam o Dia do Índio.

Incentivação:

-Mural
- Dobradura
-Música
-História

Habilidades:

*Conhece historia do Índio;
*Vivenciar brincadeiras, danças e músicas que incluam hábitos indígenas.

Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.

Atividades:

19/04 – História e entrega de máscaras e cocar
20/04- atividades diferenciadas.

Projeto desenvolvido:

“Amigo Índio”

Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Mas porque foi escolhido o 19 de abril?

Origem da data

Para entendermos a data, devemos voltar para 1940. Neste ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste contimente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”.
No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio.

Comemorações e importância da data

Neste dia do ano ocorrem vários eventos dedicados à valorização da cultura indígena. Nas escolas, os alunos costumam fazer pesquisas sobre a cultura indígena, os museus fazem exposições e os minicípios organizam festas comemorativas. Deve ser também um dia de reflexão sobre a importância da preservação dos povos indígenas, da manutenção de suas terras e respeito às suas manifestações culturais.

Devemos lembrar também, que os índios já habitavam nosso país quando os portugueses aqui chegaram em 1500. Desde esta data, o que vimos foi o desrespeito e a diminuição das populações indígenas. Este processo ainda ocorre, pois com a mineração e a exploração dos recursos naturais, muitos povos indígenas estão perdendo suas terras.






História de Monteiro Lobato/ Projeto dia do Livro e plano de aula

CEIM Casulo Santa Terezinha do Menino Jesus
Data:16 a18 de abril de 2012
Tema: Dia do livro Semestre: 1º
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.

Atividades de rotina

Competências:

* Reconhecer e valorizar o livro infantil;
* Exercitar atividades que envolvam o tema livro.

Incentivação:

-Mural
-Música
-História

Habilidades:


*Conhecer e valorizar o livro infantil

Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.


Atividades:


16/04 - História e música

17/04-desenho livre

18/04 - Recorte e colagem ( Dia do livro)

Música para o dia do livro infantil

LER É PRECISO

Ler, ler vamos ler
Ler, ler é saber
Ler, ler é preciso ler
Ler, ler é aprender
Ler, ler é sonhar
Ler, ler é viajar
Ler, ler é emocionar
Ler, ler é conquistar
O livro é o professor do professor
Quem escreve livro é escritor
Para escrever um livro
Quantos outros foram precisos?
O livro é só o começo de uma história
É o espelho da memória
Registro de conhecimento
Ao longo do tempo

(música de Helena Cabral



O dia 18 de abril foi instituído como o dia Nacional da Literatura Infantil, em homenagem à Monteiro Lobato.


“Um país se faz com homens e com livro”. Essa frase criada por ele demonstra a valorização que o mesmo dava à leitura e sua forte influência no mundo literário.Monteiro Lobato foi um dos maiores autores da literatura infanto-juvenil, brasileira. Nascido em Taubaté, interior de São Paulo, em 18 de abril de 1882, iniciou sua carreira escrevendo contos para jornais estudantis. Em 1904 venceu o concurso literário do Centro Acadêmico XI de Agosto, época em que cursava a faculdade de direito.Como viveu um período de sua vida em fazendas, seus maiores sucessos fizeram referências à vida num sítio, assim criou o Jeca Tatu, um caipira muito preguiçoso.Depois criou a história “A Menina do Nariz Arrebitado”, que fez grande sucesso. Dando sequência a esses sucessos, montou a maior obra da literatura infanto-juvenil: O Sítio do Picapau Amarelo, que foi transformado em obra televisiva nos anos oitenta, sendo regravado no final dos anos noventa. Dentre seus principais personagens estão D. Benta, a avó; Emília, a boneca falante; Tia Nastácia, cozinheira e seus famosos bolinhos de chuva, Pedrinho e Narizinho, netos de D. Benta; Visconde de Sabugosa, o boneco feito de sabugo de milho, Tio Barnabé, o caseiro do sítio que contava vários “causos” às crianças; Rabicó, o porquinho cor de rosa; dentre vários outros que foram surgindo através das diferentes histórias. Quem não se lembra do Anjinho da asa quebrada que caiu do céu e viveu grandes aventuras no sítio?Dentre suas obras, Monteiro Lobato resgatou a imagem do homem da roça, apresentando personagens do folclore brasileiro, como o Saci Pererê, negrinho de uma perna só; a Cuca, uma jacaré muito malvada; e outros. Também enriqueceu suas obras com obras literárias da mitologia grega, bem como personagens do cinema (Walt Disney) e das histórias em quadrinhos.
Na verdade, através de sua inteligência, mostrou para as crianças como é possível aprender através da brincadeira. Com o lançamento do livro “Emília no País da Gramática”, em 1934, mostrou assuntos como adjetivos, substantivos, sílabas, pronomes, verbos e vários outros. Além desse, criou ainda Aritmética da Emília, em 1935, com as mesmas intenções, porém com as brincadeiras se passando num pomar.
Monteiro Lobato morreu em 4 de julho de 1948, aos 66 anos de idade, no ano de 2002 foi criada uma Lei (10.402/02) que registrou o seu nascimento como data oficial da literatura infanto-juvenil.



                                                          Projeto Dia do Livro

 


OBJETIVOS:

- Estabelecer as diferenças existentes entre as personagens;

- Reconhecer a importância da leitura para estimular a criatividade (reconhecimento sucinto);

- Descrever as características físicas das personagens dos contos e fábulas;

- Demonstrar atenção e interesse nas atividades que envolvam leitura;

- Expressar-se oralmente demonstrando clareza, seqüência lógica;

- Participar no estabelecimento de critérios de classificação de elementos;

- Demonstrar criatividade em atividades que envolvam desenho;


CONTEÚDOS:

- Leitura

- Expressão oral

- Classificação

- Sequênciação

- Coordenação motora fina, desenho

- Expressão gestual e corporal

- Coordenação motora fina

RECURSOS:

- Lápis de cor

- Canetinha

- Tesoura

- Cola

- DVD de vídeo

- Papel chamex

-Livros

                            Pesquisa feita no blog    http://mentesbrilhantes.arteblog.com.br/

sábado, 7 de abril de 2012

História -O que é páscoa tia? e Plano de Aula


 


CEIM Casulo Santa Terezinha do Menino Jesus

Data: 02 A 07 de abril de 2012
Tema: Páscoa Semestre: 1º
Idade: 03 anos
Professora; Maria Aparecida Rodrigues Marques.

Atividades de rotina

Competências:

* Reconhecer e valorizar o verdadeiro sentido da Páscoa e seus Símbolos;
* Exercitar atividades que envolvam os Símbolos da Páscoa..

Incentivação:

-Mural
- Dobradura
-Música
-História ( O que é páscoa tia?)

Habilidades:

*Conhece historia da Páscoa e seus Símbolos.

Desenvolvimento:

Conversa informal sobre o tema abordado.

Atividades:


02/04 – História e confec de máscaras ;
03/04-Faça um circulo no coelho maior
03/04- Pinte o coelho de acordo com a música

Projeto desenvolvido:

“Projeto Páscoa”

Vamos refletir

Mas  como deixa Jesus entrar em meu coração?

Aconteceu na semana da páscoa, Acho que no segundo dia do Projeto Páscoa, a turma estava conversando e um aluno perguntou...

- Você viu aquele menino que levantou a mão na hora do DVD e perguntou várias vezes à professora como agente deixa Jesus entrar no coração! Será que ele não prestou atenção na história? – continuou Carlinhos-Vai ver que ele entendeu ao pé da letra. E a professora já explicou que devemos refletir as passagens bíblicas para compreender a lição deixada por Jesus, e não é só ler e ficar decorando suas palavras, Jesus quer que sigamos seus exemplos. - É mesmo, eu também já escutei a nossa professora falar sobre isso, Jesus entra em nosso coração quando fazemos como ele fez. Disse Beth.- Mas eu queria entender isso direito. Como assim fazer como ele fez? Zazá resolveu ajudar os amigos: - É fácil, Jesus amou todos igualmente, não fazia distinção de ninguém. Ajudava a todos, curava porque seu Amor era muito grande, não batia no colega, respeitava o papai e a mamãe, respeitava a professora, não julgava ninguém, não guardava rancor, ensinava a perdoar, a amar nosso próximo fazendo todo bem possível, a sermos pacíficos, humildes, a ter fé em Deus. E isso é um pouquinho do que ele fez, e é isso que nós devemos fazer, e quem segue os exemplos dele ou procura fazer o que Ele fez aqui na Terra entre nós, esse deixou Jesus entrar em seu coração.

-É isso aí Zazá – Disse Carlinhos – deixar Jesus entrar em nosso coração é seguir seu exemplo, fazer pelos outro o que ele fazia por nós.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

PÁSCOA-2012


                                              
                                                          NOS PREPARANDO PARA PÁSCOA


                                                             PEDI SOCORRO  TIA ELIZANGELA
PEDAGOGA DA ESCOLA FAZENDO ABERTURA DA PÁSCOA
                                    

                                CONVIDADA DA PEDAGOGA CONTA  HISTÓRIA DA PÁSCOA

                                                    MEUS ANJINHOS SÃO LINDOS...


                                                  AGUARDANDO NOSSA APRESENTAÇÃO
 
 
                                                                 (Dramatização da música-O coelhinho)
                                                                                                                                            
De olhos vermelhos
De pelo branquinho,

De orelhas bem grandes
Eu sou coelhinho.


Sou muito assustado,
 Porém sou guloso.


Por uma cenoura
 Ja fico manhoso.
                 
                                                                                
                                                                                   Eu pulo pra frente
                                                                                    Eu pulo pra tras

                                                                                   Dou mil cambalhotas,
                     Sou forte demais!
 
                       Comi uma cenoura
                       Com casca e tudo,
                         Tão grande ela era!
                        Fiquei barrigudo.

 FIM
                                                                   

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email