Maria Aparecida Rodrigues Marques

Minha foto
Mimoso do Sul, ES, Brazil
Maria Aparecida Rodrigues Marques tel:28-999868860

domingo, 7 de agosto de 2011

ORIGEM DO DIA DOS PAIS E POESIAS...

O Dia do Pai tem origem na antiga Babilónia, há mais de 4 mil anos. Um jovem chamado Elmesu Moldou esculpiu em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai.
Nos Estados Unidos, Sonora Luise resolveu criar o Dia do Pai em 1909, motivada pela admiração que sentia por seu pai, John Bruce Dodd. O interesse pela data difundiu-se da cidade de Spokane para todo o Estado de Washington e daí tornou-se uma festa nacional. Em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o Dia do Pai. Naquele país, ele é comemorado no terceiro domingo de Junho. Em Portugal é comemorado a 19 de Março. No Brasil, é comemorado no segundo domingo de Agosto. A criação da data é atribuída ao publicitário Sylvio Bhering, em meados da década de 50, festejada pela primeira vez no dia 14 de Agosto de 1953, dia de São Joaquim, patriarca da família.

Nota: Em Portugal comemora-se o Dia do Pai a 19 de Março - dia de São José.

DIA DOS PAIS

O dia dedicado especialmente aos pais se aproxima, as homenagens surgem e muitas que, como eu, já somos órfãos (embora adultos) deixamos brotar em nossos corações a lembrança de momentos bons, permitindo que a saudade se instale.

Meu pensamento corre e eu lembro meu pai, hoje em plano espiritual diverso. Reverencio o homem que, com simplicidade e modéstia, voz calma e semblante tranqüilo, soube demonstrar que a felicidade está contida nas pequenas coisas.

E, sem querer, comparo-o a outros pais, com os quais tenho ou tive a oportunidade de conviver.

É para todos que envio meu pensar.

Talvez seja ficar em lugar comum dizer que o pai tem em suas mãos a responsabilidade de criar e educar. Dizer isso é pouco, quase nada. Pai é o que tem em seu poder a magia do amor, a chama que mantém e enriquece a vida. E, em enriquecendo a vida, mostra com exemplos o caminho, a trilha do futuro.

Talvez não saiba expressar o quanto vocês, pais, são especiais. Mas atrevo-me a dizer a cada um dos pais que me lêem, esperando ser ouvida mais além, por meu pai, no plano espiritual.
Pai ,
tens a força de um gigante para defender teus filhos;
tens o fôlego de um atleta para agüentar a jornada;
tens o destemor dos fortes;
a audácia dos arrojados;
nas atitudes, puro esmero;
nos olhos, o orgulho da ventura...
E teu semblante, quando em recordação,
traduz ternura,
na imensa alegria de relembrar teu filho a balbuciar: PAPAI!

Ana Clara
Pelotas - RS

Tema: Pai
Ana Maria Nascimento

Era meu pai que aprovava
Todas minhas travessuras
E, com amor, me chamava
Encantadora criatura.

Com carinho e lealdade,
Mas sem meu pai junto a mim,
Embora eu sinta saudade,
Posso ser feliz assim.

O pai que não ouve o filho,
ao malfeitor abre espaço
para expor à vista o trilho
que conduz mesquinho laço.

Ao visitar-me o desânimo
Costumo lembrar meu pai
Com seu jeito magnânimo
Que mesmo longe me atrai.

MEU PAI MEU AMIGO
Antonio Cícero da Silva

Meu pai é meu melhor amigo
nele posso realmente confiar
és para mim um verdadeiro abrigo
com ele gosto de muito conversar.

Meu pai, herói de grandeza
o mais valoroso dos homens
se corresponde com gentileza
seu amor me consome.

É muito bom com ele estar
é escudo e real fortaleza
que consegue me acalmar.

O pai me abraça gostoso
gosta muitíssimo de mim
por tê-lo sou vitorioso.


PAI, DE PROTAGONISTA A COADJUVANTE

Artur da Távola


Pai que sou de três filhos de sangue, duas filhas do coração e sete netos deslumbrantes, confesso que de tudo o que fiz, faço e sou, o ponto mais alto é a paternidade. É a minha alegria.

Ser pai é, acima de tudo, não esperar recompensas. Mas ficar feliz caso e quando cheguem. É saber fazer o necessário por cima e por dentro da incompreensão. É aprender a tolerância com os demais e exercitar a dura intolerância (mas compreensão) com os próprios erros.

Ser pai é aprender, errando, a hora de falar e de calar. É contentar-se em ser reserva, coadjuvante, deixado para depois. Mas jamais deixar de falar no momento preciso. É ter a coragem de ir adiante, tanto para a vida quanto para a morte. É viver as fraquezas que depois corrigirá no filho, fazendo-se forte em nome dele e de tudo o que terá de viver para compreender e enfrentar.

Ser pai é aprender a ser contestado mesmo quando no auge da lucidez. É esperar. É saber que experiência só adianta para quem a tem, e só se tem vivendo. Portanto, é agüentar a dor de ver os filhos passarem pelos sofrimentos necessários, buscando protegê-los sem que percebam, para que consigam descobrir os próprios caminhos.

Ser pai é saber e calar. Fazer e guardar. Dizer e não insistir. Falar e orientar. Dosar e controlar-se. Dirigir e ser dirigido “na moita”. É ver dor, sofrimento, vício, queda e tocaia, jamais transferindo aos filhos o que, a alma, lhe corrói. Ser pai é ser bom sem ser fraco. É jamais transferir aos filhos a quota de sua imperfeição, o seu lado fraco, desvalido e órfão.

Ser pai é saber ir-se apagando à medida em que mais nítido se faz na personalidade do filho, sempre como influência, jamais como imposição. É saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho. É saber brincar e zangar-se. É formar sem modelar, ajudar sem cobrar, ensinar sem o demonstrar, sofrer sem contagiar, amar sem receber.

Ser pai é, enfim, colher a vitória exatamente quando percebe que o filho a quem ajudou a crescer já, dele, não necessita para viver. É quem se oculta na obra que realizou e sorri, sereno, por tudo haver feito para deixar de ser importante.

Papai,

Que palavras usar para exprimir o que se sente pelo co-autor da nossa vida?

Pai é aquele que nos coloca nos ombros e nos segura nos tombos
mas que, tantas vezes, sufoca no peito o ímpeto de nos abraçar.
Segura as lágrimas somente para se mostrar forte
e não desmanchar nosso orgulho de filho que o tem como herói.
É aquele das mãos grandes que faz carinho sem jeito
arranhando nosso rosto com a barba a fazer.
Que adentra o quarto, sente o vento frio, recoloca o cobertor,
sem se deixar ver...
Pai é a proteção, a certeza de que nada nos fará
sofrer.

Feliz dia dos Pais!

Gladis Lacerda




Glosando Wilson Dantas
Gislaine Canales
MEU PAI SERIA...

MOTE:

Meu pai, na sua velhice,
tão bom era aos olhos meus,
que se Deus não existisse
meu pai seria o meu Deus.

Meu pai, na sua velhice,
era amor, era ternura,
era pura criancice
na sua terna candura!

Era a imagem da bondade,
tão bom era aos olhos meus,
que eu via a felicidade
através dos olhos seus!

Fazia com que seguisse
minha vida, com carinho,
que se Deus não existisse
ele seria o caminho!

Meu pai seria a alegria
da chegada, sem adeus,
meu pai seria, poesia,
meu pai seria o meu Deus!



Meu Ídolo, Meu Pai...

Iara Melo

Fizeste-me vida
Carregaste-me colo
Ninaste-me noites sem fim
Acalmaste minhas dores
Abrandaste-me choro
Acompanhaste meu crescer.
Seguraste-me nas quedas
dos primeiros passos
Feliz vias tua obra crescer
Trabalhaste incontáveis anos
Em prol do meu viver.
Hoje pai,
Agradeço-te mais ainda
Pelo esforço,
Pelo carinho, pelo colo
Pela mão segura e amiga
Pela força doada
Quando o medo assolava
Vida minha
Foste e és amparo,
Meu ídolo
Meu Pai, meu maior AMIGO
Meu Guia!

Felizes Dias Seus, Querido Pai.


PAI
Jorge Humberto

Pai é tudo na vida, é força e confiança,
Ajuda-nos a compreender o minuto fatal,
Quando, no ensinamento, julgamos mal,
O que ele nos sugere como esperança.

E nunca se cansa de ensinar o que sabe,
Persistindo na palavra de encorajamento,
Quando em nós perdemos o momento,
Do sonho tão palpável que no estio cabe.

Joga à bola e ao peão, a andar de bicicleta,
É o nosso pai, maior que qualquer atleta,
Quando se posiciona ao nosso lado – herói

De outras conquistas. E conta-nos histórias,
Tudo só lembrado e relembrado de memórias,
Para nós, petizes famintos, ele é o cowboy.

Santa-Iria-de-Azoia
08/08/07



O PAI


Lairton Trovão de Andrade


Incomensurável é o valor do pai,

sem medida a magnitude da mãe.

Entretanto, quão fácil falar da mãe,

quão difícil falar do pai.

Poemas abundantes cobrem o mundo em honra da mãe,

Parcos são os que celebram a grandeza do pai.

A mãe desperta-nos, antes de tudo,

o sentimento mais puro do amor humano,

enquanto o pai nos sugere, primeiramente,

os passos da razão numa caminhada segura.

A humanidade nada seria sem a mãe,

mas, também, o que seria sem o pai?

Oh, quanto falei da mãe, agora que falo do pai!



Meu pensamento contempla a elevada dignidade de ser pai.

Deus colocou a potencialidade paterna em todos os homens,

independente da hereditariedade da raça, da condição social, do nível de inteligência e do poder financeiro.

Para ser bom pai, não é necessário ser rico,

nem gênio, nem pertencer à mais alta sociedade,

muito menos ser espécime da raça pura.

Freqüentemente, o pobre desempenha melhor a função de pai

do que o abastado poderoso.

É mais fácil encontramos benfeitores da humanidade,

vindos de famílias humildes do que ver, no seio da História,

brilhar descendentes privilegiados da riqueza e do poder.



Ainda que ser pai represente sublime dignidade,

sua missão caracteriza-se pela pureza da simplicidade.

Para ser bom pai, é necessário, antes de tudo,

consciência reta, responsabilidade, amor constante

qual farol permanente a iluminar o caminho do filho.



Bendito seja o trilhar da humanidade,

graças à bênção da paternidade!

Salve, Dia dos Pais!



LEMBRANÇAS DO MEU PAI

Laura Limeira


Era agosto...
Segundo dia de domingo
Céu azul-clarinho
Sol brilhante, amarelinho
Uma canção ouvia-se pela casa
Do papai entoando versos de carinho

Era agosto...
Segundo domingo, Dia dos Pais
Em casa, era tudo alegria
Presentes eram comprados às escondidas
Escolhidos a dedo e especialmente
Para o papai, naquele dia...

Hoje também é agosto...
Segundo domingo, Dia dos Pais
O céu continua azul-clarinho
O sol brilhante, amarelinho
Mas em lugar daquela canção em versos
Ouço apenas meu soluçar baixinho

E nesse domingo de agosto
Quando sentir a dor da sua ausência
Olharei sua fotografia e o verei sem véus
E não haverá presentes, nem o ouvirei cantarolar versos
Mas sorriremos juntos no encontro da mesma saudade
Quando unidos orarmos o "Pai nosso que estás no céu..."

Por isso, penso com convicção...
Não importa quem meu pai tenha sido
Sinto sua falta, desde a benção ao simples "oi"
Independente de ter sido um pai perfeito, ou não
Porque nem sempre a perfeição justifica o homem
O que interessa é a minha lembrança de quem ele foi.

Laura Limeira
Recife/PE/Brasil



SENHOR!
Luis Carlos Mordegane
umvelhomenino

Sabe este homem? Ele é meu pai!
Que aos meus olhos mostrava-se tão seguro,
Tão confiante ao ensinar-me o caminho
Da bondade, retidão e respeito para com o próximo.

Na verdade, ficaria a brincar comigo por tempo ilimitado
Se não tivesse ele, que trabalhar para nos sustentar...
Não posso deixar de hoje orgulhar-me dele.
Não esquecia o beijo de bom dia antes de ir trabalhar...

Sabe aquelas guloseimas que ele trazia ao cair da tarde,
E a mamãe fica furiosa e seguia a dizer: “-Vamos parar!
Dessa maneira com tantos doces vai este menino estragar!”
E papai sorria e piscava prá mim pela bronca que acabara de levar...

Senhor!

Com certeza meu papai faria dessa maneira sem pensar,
Se o seu trabalho não fosse dele, todo o tempo tomar,
Se tivesse ele uma maneira de cedo em casa chegar,
Ao menos para no colo poder me segurar!

Mas hoje no céu com o Senhor foi morar,
Não o deixe sem afago, colo e carinho ficar.
Dê aquele beijo todas as manhãs quando ele acordar,
E Senhor! Cuide de meu paizinho até com ele poder me encontrar...



TEU DIA DOS PAIS
Luiz Poeta
Luiz Gilberto de Barros

Quando teu filho te chamar de pai,
Guarda esse momento no teu coração;
Teu tempo é curto e se esse amor se esvai,
Deixa cicatrizes, culpa, solidão.

O teu presente no dia dos pais
Não são canetas, meias ou camisas;
É um silêncio simples, não é mais
Que uma ternura que te suaviza.

Pois na mudez dos teus olhos abertos,
Há tua imagem noutra dimensão:
São os teus filhos, que tão longe ou perto,
São complementos do teu coração.

Deus te deu o dom do amor, procura despertá-lo,
Sempre que teu filho dele precisar;
Há tantas maneiras simples de amá-lo
Basta compreendê-lo e tê-lo em teu olhar.

E quando um dia, enfim te ausentares
Desse teu tempo na terra e na vida,
Cada detalhe do que ensinares
Renascerá após tua partida.

Logo que um filho teu for pai de um novo filho,
Ou tua doce filha, mãe de um novo herdeiro,
O teu olhar feliz há de pairar no brilho
Do olhar de um novo pai... sensível, verdadeiro.

Por isso, pai, celebra esse teu dia,
Agradecendo ao Pai por todo o teu destino,
Pois cada riso teu ou lágrima que cai,
Há de lembrar teu pai, teus tempos de menino.

Chora em silêncio, ri, deixa fluir
Tua alegria de acreditar
Que tua história nunca acaba aqui
Em cada filho teu, ela renascerá.

Agradece a Deus e celebra teu dia
Deixaste uma história... o que queres mais ?
Curte o teu momento com muita alegria
Porque tu mereces teu dia dos pais !


Direitos Autorais Reservados
Biblioteca Nacional
RJ


MEU PAI
Neida Wobeto


Meu pai não me pariu.
Meu pai não sofreu as dores do parto.
Meu pai não me amamentou.
Minha mãe padeceu no paraíso
e meu pai estava na porta.
Meu pai foi meu ídolo.
Meu pai foi meu algoz.
Meu pai foi meu sustento.
Meu pai calou nos momentos certos
e falou nos momentos necessários.
Meu pai deu-me sua benção.
Meu pai foi um exemplo.
Meu pai plantou uma árvore.
Meu pai teve um filho,
ou melhor, três.
Meu pai escreveu um livro.
Meu pai perdeu um filho.
Eu pari o livro do meu pai
e dei à luz aos meus dois filhos.
Meu pai foi sábio.
Sou o reflexo do meu pai.
Sou o reflexo do seu reflexo.
Meu pai,
EU TE AMO!


Aba / Pai
RivkahCohen


Não sei, não..
Eu penso que não custava.
Posso até estar enganada
Vejo tantos por aí
com bengala na mão
mas seguindo sua estrada!

Nunca falamos sobre a guerra..
Sentia que a conversa
não podia ser essa.
Ela sempre foi ruim
e marcou também em mim...

Hoje eu queria conversar
Tinha tantas perguntas pra fazer!
Umas,
podiam ser respondidas
com o olhar,
as outras,
você precisaria responder!

Sabe aquele assunto
não mencionável?
Ele está voltando...
Sei lá...
Parece inexplicável
mas está aí de novo,
amedrontando!

Já imaginou você velhinho
não escutando
e pedindo que repetisse?
Puxa...
Mesmo se você não me ouvisse
Acharíamos um jeitinho
de unir nossas forças!

Se a explosão não acontecesse
você aqui estava,
mas
continuo achando
que não custava
que você sobrevivesse,
ABA!


PAI, NOSSO ESCUDO
Sueli do Espírito Santo


Por vezes parece meio fechado
mas em seu coração guardado
há um sentimento tão intenso
mal cabe em seu grande peito
e em certas horas não tem jeito
ele se mostra imenso e intenso

Como o provedor do cotidiano
ele luta e trabalha ano após ano
para dar alimento, nosso estudo
ensina os princípios mais nobres
sejam os ricos ou sejam os pobres
o pai é nosso protetor, fiel escudo.

RETIRADO DO BLOGhttp://www.caestamosnos.org/
Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Follow by Email